15 de agosto de 2021 Notícias do Talibã do Afeganistão

Passageiros entram no terminal de embarque do Aeroporto Internacional Hamid Karzai em Cabul, Afeganistão, em 14 de agosto. Rahmat Gul/AP

Mais de cinco dúzias de países estão pedindo a “todas as partes” que garantam a saída de estrangeiros e afegãos que desejam deixar o país, de acordo com um comunicado conjunto do Departamento de Estado dos EUA divulgado no domingo.

“Cidadãos afegãos e internacionais que desejam deixar o país devem ser autorizados a fazê-lo; Estradas, aeroportos e passagens de fronteira devem permanecer abertas e a calma deve ser mantida”, disse o comunicado.

“Aqueles em posições de poder e autoridade em todo o Afeganistão têm responsabilidade – e prestação de contas – de proteger a vida e a propriedade, e pela restauração imediata da segurança e da ordem civil”, disse o comunicado.

A declaração dos Estados Unidos é acompanhada por: Austrália, Áustria, Bahamas, Bélgica, Burkina Faso, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Costa do Marfim, República Tcheca, Dinamarca, República Dominicana, El Salvador, Estônia, o Alto Representante da União Europeia para Relações Exteriores e Política de Segurança, Estados Federados da Micronésia, Fiji, Finlândia, França, Geórgia, Alemanha, Gana, Grécia, Guatemala, Guiana, Haiti, Honduras, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Letônia, Libéria, Lichtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Ilhas Marshall, Mauritânia, Nauru, Holanda, Nova Zelândia, Níger, Noruega, Palau, Panamá, Paraguai, Polônia, Portugal, Catar, República da Coreia, República de Chipre, Romênia, Serra Leoa, Eslováquia, Eslovênia, Espanha , Suriname , Suécia, Togo, Tonga, Uganda, Reino Unido, Ucrânia e Iêmen.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *