2 novos Centros de Inovação Tecnológica da NATO para Portugal

Portugal está a receber dois Centros de Inovação Tecnológica de Defesa no âmbito de um projeto da NATO e deverá entrar em funcionamento em 2023.

De acordo com os Ministérios das Relações Exteriores e da Defesa Nacional, existem dois Centros de Inovação em Tecnologias de Informação de Defesa dentro do projeto DIANA [“Defense Innovation Accelerator for the North Atlantic]recentemente aprovado pela Aliança Atlântica.

Tecnologias disruptivas

Este projeto visa “acelerar o desenvolvimento de soluções tecnológicas novas e disruptivas”, com aplicações de dupla utilização, civil e militar, e incidirá em tecnologias consideradas prioritárias pela Aliança Atlântica: inteligência artificial, processamento de dados, biotecnologia, sistemas de armas autónomos veículos , novos materiais e espaço.

O governo diz que Portugal vai ter um centro de aceleração de inovação de rede a instalar no Arsenal do Alfeite, SA, em Almada, e um centro de testes no Centro Experimental e Operacional da Marinha, em Tróia, com entrada em funcionamento prevista para 2023.

rede de inovação

Para o governo, a instalação dessas estruturas em território nacional “representa uma oportunidade relevante para a economia de defesa nacional e sua aproximação à rede de inovação que agora nasce na Aliança”.

Entre os Estados membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte, Portugal foi um dos países com duas candidaturas aprovadas para participar no projeto, refere o comunicado.

O projeto DIANA também visa reunir pesquisadores e empresas de tecnologia para “resolver problemas críticos de segurança e defesa”. Os participantes do programa têm acesso a vários centros de inovação digital em países aliados.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.