326 variedades de fruta estão registadas em Portugal

Lista de Variedades de Frutas Nacionais (RNVF), emitida pela Direcção-Geral de Alimentação e Medicina Veterinária (DGAV), inclui 326 variedades, “das quais 324 são aptas para a produção de fruta e duas são de dupla utilização”.

As variedades incluídas neste catálogo cumprem os requisitos especificados, ou seja, destinam-se à produção de frutos ou porta-enxertos, são consideradas “distintas, moderadamente homogéneas e estáveis” e têm um responsável pela seleção e criação.

As macieiras destacam-se em número, com 139 variedades, entre as quais se destacam Azeda grande, Camoesa fina, Docinha, Falso bravo, Gronho, Lapa, Piparote ou Zé pereira.

Seguem-se oliveiras, com 65 variedades, como Coração de lebre, Cornalhuda ou Santulhana, pereiras, com 26 variedades, entre as quais Carapinheira roxa, Cristo, Dona Joaquina ou Sete Cotovelos e castanheiros, com 26 variedades, por exemplo, Judia, Cota e Martainha.

Com mais de 10 variedades, também aparecem figueiras (16) e amendoeiras (12).

Em contraste, as cerejeiras incluem sete variedades, como Miúda, Lisboeta e Távora.

A laranjeira tem seis variedades registadas, nomeadamente Dom João, De Amares, Do Tua, Prata, Sanguínea e Selecta.

De acordo com o mesmo documento, a ameixa, a ginja e o morango têm cinco variedades.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *