A casa dos portugueses – uma metáfora básica

Não sei você, mas arquitetura é sempre algo para se acostumar quando se muda para o exterior. Ao procurar a sua casa perfeita em Portugal, considerou que a língua teria aspectos semelhantes?

Por que não passar algum tempo observando a aparência geral de uma casa portuguesa e se perguntar: como ela é diferente das de casa? Esta “varredura anatômica” realmente guarda surpresas na estrada.

Enquanto estiver nisso, sintonize seus ouvidos para qualquer som que possa sair de dentro. Você não precisa entender o que está sendo dito, mas para ser honesto, muito pode ser feito com essa informação auditiva! Familiarize-se com esses sons.

Então é hora de entrar. Reconhecidamente a maior e sem dúvida a parte mais chata da casa, reserve um tempo na sala de estar para perceber padrões comportamentais.

Quando você chegar à cozinha, saberá que seu português atingiu um novo nível: você pode conversar, talvez até fofocar. As coisas estão esquentando.

No andar de cima você pode falar sobre sentimentos ou assuntos que realmente lhe interessam (pense nas paredes do quarto de um adolescente cobertas com pôsteres de… digamos, carros).

O banheiro está lá para as pausas necessárias – que alívio!

O sótão, se você chegar lá, pode entreter qualquer amante de filosofia ou história.

Onde estás na casa dos portugueses?

Se você gostou desta lição rápida e gostaria de aprender mais português fora da caixa, entre em contato com Catarina em The Language Unschool – catarina@thelanguageunschool.com

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.