Adolescente ‘abandonado’ pela easyJet à porta do aeroporto de Faro em Portugal após cancelamento de voo

Um grupo de adolescentes foi deixado do lado de fora de um aeroporto português durante a noite após o cancelamento de um voo depois de serem informados de que “não há acomodação disponível”.

Harry Stitt, 18 anos, e sete amigos deveriam voar de volta para o aeroporto de Glasgow na easyJet por volta das 20h de segunda-feira, após férias em Alvor, Portugal.

No entanto, o grupo enfrentou atrasos, antes de a operadora de viagens anunciar à 01:00 de terça-feira que o voo havia sido cancelado depois que a tripulação programada “atingiu o horário máximo legal de trabalho”.

Aos adolescentes foi garantido o alojamento que lhes seria fornecido, antes de serem informados do lado de fora do aeroporto de Faro pela equipa da easyJet que “nada estava disponível”.

O grupo foi informado de que seria fornecido alojamento.Harry Stitt via Fornecido
O grupo foi informado de que seria fornecido alojamento.

Com o aeroporto fechado, o grupo foi obrigado a passar a noite fora do aeroporto em temperaturas congelantes – sem cobertores, água ou comida.

A mãe de Harry, Sheree, disse que estava “preocupada” depois de ouvir sobre a condição de seu filho.

Ele disse à STV News: “O voo da easyJet de volta a Glasgow deveria ser por volta das 20h, mas foi atrasado na noite de segunda-feira e cancelado à 1h.

“Eles foram informados que isso era porque a tripulação estava sem horas de voo.

“Então eles foram informados de que receberiam acomodação.

“Quando esperavam o autocarro no aeroporto de Faro, disseram-lhes que não podiam arranjar alojamento porque não havia nenhum disponível e depois foram embora.

“O aeroporto agora foi fechado e eles foram forçados a dormir no chão do lado de fora.

“Ele estava completamente exausto e me disse que estava muito frio.

“Eles ficaram sem cobertores ou cobertores, sem comida e sem água.

“A única coisa que lhes foi dada foi um voucher de 30 euros, para uso apenas numa loja.

“Ficamos preocupados, porque eles estavam lá sozinhos.

“Ligámos para a easyJet e recusaram-se a falar connosco porque não tínhamos uma referência de reserva.

“Estou com raiva porque meu filho tem que dormir fora do aeroporto, não é seguro. Não gosto de dormir fora de nenhum aeroporto.

“Eles foram informados de que têm um voo às 17h na terça-feira à noite, então vamos ver o que acontece.”

A EasyJet foi contatada para comentar.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.