Algarve promove prevenção do suicídio – Portugal Notícias

A campanha ‘Setembro – Mês de Prevenção do Suicídio’ pretende ‘sensibilizar a população para o tema do suicídio’, tema que o CHUA descreve como ‘relevante no Algarve’, através de exposições, distribuição de folhetos e palestras, entre outros.

Em comunicado, o hospital disse que o programa visa “promover a conscientização sobre o papel que cada indivíduo, autoridades locais e várias estruturas comunitárias podem desempenhar na prevenção do suicídio e das doenças mentais”.

Depois da colocação de faixas e abertura de exposições sobre o tema nas unidades hospitalares de Faro e Portimão, e da distribuição de desdobráveis ​​em Portimão, Lagoa e Monchique, a campanha prossegue hoje com a sessão “Promover a Saúde Mental da População Idosa ”. ” em Portimão.

“Estas ações junto da comunidade pretendem também ajudar a reduzir o estigma associado à doença mental”, sublinharam os organizadores da campanha, salientando que a iniciativa foi elaborada pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio.

CHUA sublinhou que a campanha decorre em parceria com o Plano Nacional de Saúde Mental, a Sociedade Portuguesa de Suicidologia, o Plano Nacional de Prevenção do Suicídio, o Plano Local de Saúde ACES Barlavento e a Coordenação Regional de Saúde Mental.

Um concerto solidário a Paulo Viegas e à Escola de Música Novas Artes realiza-se segunda-feira no auditório do Museu de Portimão, antecedendo o debate “Construir a Prevenção do Suicídio na Comunidade” agendado para terça-feira no Auditório Municipal de Lagos, o CHUA indicado.

Para além da distribuição de folhetos prevista para Lagoa (21 de setembro), está agendado para 23 de setembro, no auditório da unidade do CHUA, em Faro, um debate aberto aos quadros e centrado na temática do suicídio.

A Lagoa acolhe ainda o debate “Construir a Prevenção do Suicídio na Comunidade” no Auditório Carlos Paredes a 23 de setembro e uma sessão de sensibilização a 29 de setembro em Monchique sobre temas como “depressão”, “prevenção do suicídio”, “estigma” e “promoção da saúde mental”’ na Escola Primária Manuel Nascimento, anunciou a organização.

A campanha termina no dia 30, no auditório da unidade CHUA, em Portimão, com uma “sessão de encerramento” e um “momento cultural e várias atuações”, acrescentou.

A mesma fonte anunciou ainda que o Instituto Português da Juventude (IPDJ) vai realizar uma “Sessão Comunidade Juvenil” no dia 10 de outubro, em Faro, por ocasião do Dia Mundial da Saúde Mental, centrada em temas como “Psicose: Sinais de Alerta e Prevenção” ou “Vícios digitais/tecnológicos”.

O CHUA referiu ainda que ao longo do mês de setembro os seus utentes vão ver “mensagens informativas difundidas nos ecrãs das salas de espera” e terão acesso a “brochuras informativas fornecidas por profissionais” sobre suicídio e saúde mental.

Marco Soares

Entusiasta da web. Comunicador. Ninja de cerveja irritantemente humilde. Típico evangelista de mídia social. Aficionado de álcool

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *