Anunciado o novo secretário de Estado da Saúde

Esta proposta de nomeação foi publicada no site oficial da Presidência da República.

“O Presidente da República aceitou a proposta do primeiro-ministro de nomear três novos secretários de Estado, que tomará posse na sexta-feira, às 19h30, no Palácio de Belém”, refere o comunicado.

À semelhança da equipa anterior de Marta Temido, o novo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, terá dois secretários de Estado em substituição dos deputados do PS António Lacerda Sales e Fátima Fonseca.

Ricardo Mestre, natural de Serpa, é Director-Geral Adjunto da Direcção da Saúde desde Junho deste ano, depois de se ter licenciado em 2001 em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa.

De acordo com o plano de estudos divulgado pelo governo, Ricardo Mestre é especialista em administração hospitalar e pós-graduado em administração de serviços de saúde.

Margarida Tavares, de Vale de Cambra, é coordenadora da Unidade de Infectologia Emergente do Centro Hospitalar Universitário de São Soão (CHUSJ).

Licenciada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e Mestre em Saúde Pública pela École de Santé Publique Institut Pasteur em Paris, Margarida Tavares é Assistente de Doenças Infecciosas no Serviço de Doenças Infecciosas do CHUSJ.

É membro do Conselho Nacional de Saúde Pública desde 2020 e também é Diretora do Programa Prioritário em Infecções Sexualmente Transmissíveis e Infecções pelo Vírus da Imunodeficiência Humana desde 2021.

O novo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, médico e especialista em medicina interna, tomou posse no passado sábado, em substituição de Marta Temido, que renunciou a 30 de agosto.

Depois de empossado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o ex-deputado socialista assumiu que ia ter um “desafio muito exigente” e que o enfrentaria “com muita determinação, com muita vontade de trabalhar” pela saúde dos portugueses e pelo bem do povo português”.

Questionado sobre se concordava com o novo estatuto do SNS, Manuel Pizarro respondeu: “Se não me sentisse confortável, não poderia tomar posse hoje”.

Marco Soares

Entusiasta da web. Comunicador. Ninja de cerveja irritantemente humilde. Típico evangelista de mídia social. Aficionado de álcool

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.