Atlético de Madrid lidera lista de desafiantes ao título em Espanha

MADRI (AP) – Depois de uma temporada decepcionante que se seguiu ao seu primeiro título da liga espanhola em quase uma década, o Atlético de Madrid lidera a lista de adversários contra as potências tradicionais Real Madrid e Barcelona.

Logo atrás está o Sevilla, que esteve consistentemente no topo da tabela na última temporada. Forasteiros incluem Villarreal, Real Sociedad, Athletic Bilbao, Valencia e Real Betis.

A temporada sem brilho do Atlético depois de conquistar o título de 2021 atraiu críticas incomuns do técnico Diego Simeone, que estará sob crescente pressão para manter o time competitivo.

Não houve contratações de alto nível para o Atlético na janela de transferências, já que o técnico vai contar com jogadores como o jovem atacante português João Félix e o veterano Antoine Griezmann, que entrará no segundo e último ano de seu empréstimo do Barcelona.

O clube está sem o experiente atacante Luis Suárez, cujo contrato não foi renovado após uma temporada mal disputada. Álvaro Morata regressou da Juventus para compensar a saída de Suárez.

O meio-campo, dominado por Koke Resurrección e Thomas Lemar, é reforçado pela chegada do internacional belga Axel Witsel e pelo regresso de Saúl Ñíguez, emprestado ao Chelsea durante um ano.

A defesa tem sido um dos maiores trunfos do Atlético desde Simeone, mas na época passada teve dificuldades e a equipa terminou longe do primeiro lugar em golos sofridos. A maioria dos jogadores regulares regressará, incluindo o defesa-central José María Giménez e o guarda-redes Jan Oblak, que renovou contrato com o clube.

Witsel foi usado como zagueiro na pré-temporada e é uma opção para Simeone na linha de trás.

“Simeone está encantado com este grupo de jogadores”, disse o presidente do Atlético, Enrique Cerezo. “Temos grandes jogadores e um treinador fantástico”.

O Atlético abrirá sua temporada no Getafe no dia 15 de agosto no campeonato espanhol.

IMPULSO DE SEVILHA

O Sevilha tem sido o clube que se aproximou cada vez mais do Real Madrid, Barcelona e Atlético nos últimos anos.

A temporada passada foi particularmente boa para a equipe andaluza, que ficou entre os três primeiros da classificação até as rodadas finais.

Agora eles vão procurar finalmente garantir o primeiro lugar entre os três primeiros desde 2008/09 com uma equipe que manterá a base da temporada passada, mas está esgotada pela saída de Diego Carlos e Jules Koundé, pilares da defesa da equipe.

Havia dúvidas sobre se o técnico Julen Lopetegui voltaria para mais uma temporada, mas o ex-técnico da Espanha continua no comando.

FORA

Haverá muitas equipes tentando fazer uma corrida e pelo menos competir por uma vaga em alguma competição europeia.

O rival de Sevilha, o Real Betis, também fez uma boa temporada, terminando em quinto na La Liga e vencendo a Copa del Rey. A equipa, treinada por Manuel Pellegrini, perdeu o defesa Héctor Bellerín, mas vai contar com o avançado Willian José e o veterano Joaquín Sánchez, médio de 41 anos que adiou a sua reforma.

A Real Sociedad, sexta na temporada passada, perdeu Willian José, mas contratou o jovem jogador japonês Takefusa Kubo por empréstimo do Real Madrid. O rival do País Basco da Sociedad, o Athletic Bilbao, que perdeu por pouco uma vaga europeia na temporada passada, se junta ao novo técnico Ernesto Valverde, que está retornando depois de estar sem clube desde que terminou seu mandato no Barcelona em 2020.

O Valencia é outro time com um novo treinador, com Gennaro Gattuso assumindo um time cujo dono, Peter Lim, continua sendo atacado pelos torcedores por sua política. O Villarreal, que garantiu um lugar na Liga da Conferência após sua notável semifinal da Liga dos Campeões, mantém a maior parte de sua equipe sob o comando do técnico Unai Emery.

___

Mais futebol AP: https://apnews.com/hub/soccer e https://twitter.com/AP_Sports

___

Contos Azzoni no Twitter: http://twitter.com/tazzoni

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.