Bruno Fernandes e Pepe questionam nomeação de árbitro argentino após eliminação do Mundial para o Marrocos | notícias de futebol

A dupla portuguesa Pepe e Bruno Fernandes questionou a nomeação do árbitro argentino Facundo Tello após a derrota para o Marrocos na Copa do Mundo.

Marrocos se tornou a primeira nação africana a chegar às semifinais de uma Copa do Mundo quando Youssef En-Nesyri encerrou a campanha de Portugal com o gol da vitória no primeiro tempo.

Pepe perdeu uma chance gloriosa de empatar o jogo nos acréscimos e sua frustração parecia transbordar nas entrevistas pós-jogo, quando questionou por que um árbitro argentino deu o jogo depois Jogadores da Argentina criticaram os árbitros após a vitória nas quartas de final sobre a Holanda na sexta-feira.

Ele disse: “Tenho que dizer. É inaceitável que um árbitro argentino apita o nosso jogo. Depois do que aconteceu ontem quando Messi estava falando, toda a Argentina estava falando e o árbitro veio aqui.”

“O que jogamos no segundo tempo? O goleiro caiu no chão. Foram apenas oito minutos de acréscimo. Trabalhamos muito e o árbitro oito minutos?

Use o navegador Chrome para um player de vídeo mais acessível

Torcedores marroquinos paralisam a Edgware Road em Londres enquanto comemoram a vitória sobre Portugal nas quartas de final da Copa do Mundo.

“Não jogamos nada no segundo tempo. Fomos o único time que jogou futebol. Estamos tristes. Tínhamos qualidade para vencer a Copa do Mundo e não o fizemos.”

Bruno Fernandes disparou na mesma direção, dizendo: “Não sei se vão dar o troféu à Argentina.

“Eu não me importo, vou dizer o que penso e irritá-los. É muito estranho estarmos sendo dirigidos por um árbitro de um país que ainda está em competição.

“Obviamente eles inclinaram o campo contra nós.”

“Os nossos jogadores estão desesperados”, disse o seleccionador de Portugal, Fernando Santos, que minimizou as questões sobre o seu próprio futuro e acrescentou que não se arrepende de não ter contratado Cristiano Ronaldo. O ex-atacante do Manchester United entrou como substituto aos 50 minutos, mas não conseguiu superar o Marrocos e deixou o campo em lágrimas após o final do jogo.

Santos acrescentou: “Cristiano é um grande jogador e veio quando sentimos que era necessário. Mas não, não nos arrependemos”.

“Pinch Me Estou Sonhando”

O atacante En-Nesyri aproveitou um erro do goleiro português Diogo Costa para cabecear o gol histórico não apenas para a equipe de Walid Regragui, mas para todo o continente africano.

“Me belisque, estou sonhando”, disse o goleiro marroquino Yassine Bounou, que ainda não sofreu nenhum gol de um jogador adversário no torneio.

“O Marrocos está pronto para enfrentar qualquer um no mundo. Mudamos a mentalidade da geração que vem depois de nós. Eles saberão que os jogadores marroquinos podem fazer maravilhas.”

Aleixo Garcia

"Empreendedor. Fã de cultura pop ao longo da vida. Analista. Praticante de café. Aficionado extremo da internet. Estudioso de TV freelance."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *