Bruno Fernandes sobre Cristiano Ronaldo: Não tenho problemas com os companheiros de Manchester United e Portugal | notícias de futebol

Bruno Fernandes disse notícias de esportes do céu Ele não tem “nenhum problema” com o companheiro de equipe do Manchester United, Cristiano Ronaldo, e diz que a troca desajeitada no vestiário português foi apenas uma “brincadeira”.

Fernandes trocou um aperto de mão arrepiante com Ronaldo na segunda-feira, quando os dois se enfrentaram com Portugal antes da Copa do Mundo A entrevista explosiva de Ronaldo a Piers Morgan no qual ele criticou o United e o chefe Erik ten Hag.

Mas Fernandes minimizou a interação deles, dizendo que o áudio da filmagem prova que eles compartilharam uma piada.

Use o navegador Chrome para um player de vídeo mais acessível

Cristiano Ronaldo pareceu surpreso com a recepção fria que recebeu do Man Utd e do companheiro de seleção de Portugal, Bruno Fernandes, quando se enfrentaram pela ação da Copa do Mundo. Crédito: Federação Portuguesa

A pedido de notícias de esportes do céu Após a vitória de Portugal por 4 a 0 sobre a Nigéria, o repórter Gary Cotterill perguntou se ele tinha algum problema com Ronaldo, Fernandes respondeu: “Não tenho problema com ninguém.

“Eu faço o meu trabalho e como um gerente me disse uma vez, tudo o que você pode controlar é você mesmo. Acho que todo mundo pensa o mesmo, você tem que se controlar, fazer o seu melhor e é isso.”

Quando perguntado se ele estava dando o ombro frio a Ronaldo, Fernandes respondeu: “Por que você diz isso?

“Você fez o som [on] depois. Você ouviu com o som? Você precisa.

“Em Portugal temos um problema que assisti durante 45 minutos a um dos canais que falavam ‘estava frio, estava mal’.

“De repente eles fazem uma pausa, a seleção manda com som.

Use o navegador Chrome para um player de vídeo mais acessível

Destaques internacionais de Portugal x Nigéria

“O áudio diz que ele está brincando comigo e então eles voltaram e disseram que era uma piada e cortaram ali. Eles disseram ‘se você quiser ver de novo, volte’, mas se eles voltarem, verão que há um problema. Mas se eles forem realmente verdadeiros e explicarem o que estava naquele vídeo, as pessoas saberão, mas agora as pessoas não sabem.

“Esta é a seleção nacional, o Manchester United será meu foco depois da Copa do Mundo.”

Em sua entrevista de manchete com falar tv, lançado nos últimos dias criticou Ronaldo United, ex-companheiros de equipe e disse que os proprietários, a família Glazer, não cuidam do clube.

Mas Fernandes, que ingressou no United em janeiro de 2020, insiste que não viu a entrevista para a Copa do Mundo do Catar como seu único foco.

Ele disse: “Eu não li a entrevista, então estou bem com isso.

Use o navegador Chrome para um player de vídeo mais acessível

Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes treinaram ao lado da seleção de Portugal durante a preparação para a Copa do Mundo no Catar

“Agora é a seleção, é Portugal. O treinador apontou que somos. Ele apontou desde que cheguei à seleção em 2017 e ainda está claro que na opinião dele a seleção aqui é o mais importante.” nós.

“Temos que focar na Copa do Mundo porque uma Copa do Mundo não acontece toda vez. Você não tem a chance de jogar uma Copa do Mundo com muita frequência.

“Cristiano jogará sua quinta Copa do Mundo, então todos estão preparados e querem dar o melhor pelo time.”

Ronaldo sentiu-se “provocado” por Ten Hag.

Use o navegador Chrome para um player de vídeo mais acessível

Em entrevista a Piers Morgan Uncensored na TalkTV, Cristiano Ronaldo afirma que o técnico do Manchester United, Erik ten Hag, o provocou a deixar o estádio contra o Tottenham

Ronaldo diz que se sentiu “provocado” por Ten Hag depois de se recusar a entrar contra o Tottenham no mês passado e deixar Old Trafford antes do apito final.

Ronaldo disse acreditar que Ten Hag não o “respeita” da maneira que ele “merece”, embora “se arrependa” de seu comportamento contra o Tottenham em outubro, mas sentiu que a punição que enfrentou foi muito dura.

Continua no trecho final de sua explosiva entrevista com Piers Morgan falar tv, Ronaldo também revelou que recusou uma oferta de € 350 milhões (£ 305 milhões) para jogar na Arábia Saudita neste verão e afirmou que tinha “muitas ofertas” para deixar o United.

O jogador de 37 anos revelou que planeja continuar a carreira de jogador até os 40 anos, mas não sabe qual clube representará após a Copa do Mundo no Catar, mas deu a entender que está saindo do United e deu a entender que “provavelmente é bom ” é sobre abrir um novo capítulo em sua carreira.

Fora do United, Ronaldo disse que ficaria “feliz” se o Arsenal vencesse a Premier League, já que os Gunners estão atualmente cinco pontos à frente do Manchester City na liderança.

Em clipes transmitidos esta semana da mesma entrevista, Ronaldo revelou que estava prestes a se mudar para o Manchester City no verão passado antes da intervenção de Sir Alex Ferguson, e foi particularmente crítico da era Ralf Rangnick, bem como dos jovens jogadores do clube. .

Leia as melhores passagens da primeira parte e Parte dois da entrevista aqui.

Neville: Não vai voltar para Ronaldo

Use o navegador Chrome para um player de vídeo mais acessível

Assista à entrevista completa com Gary Neville, que acredita que Cristiano Ronaldo não tem mais volta no Manchester United após sua entrevista com Piers Morgan

Gary Neville, da Sky Sports, diz que “não há como voltar atrás” para Cristiano Ronaldo no Manchester United após suas críticas explosivas ao clube e ao técnico Erik ten Hag, mas insiste que não é contra seu ex-companheiro de equipe.

Neville, que foi ainda mais criticado por Ronaldo durante sua entrevista com Piers Morgan TalkTVdisse à Sky Sports que não pode voltar a ver o avançado português jogar pelo clube.

“Não, e eu não acho que ele queira voltar,” Neville disse. “Ele não teria feito esta entrevista se quisesse um caminho de volta. Ele sabia que isso chegaria às manchetes e seria o fim de sua carreira no Manchester United.”

O Manchester United ainda não indicou que medidas tomará após a entrevista de Ronaldo.

Neville acrescentou: “Eu me pergunto o que o Man Utd está fazendo, porque a realidade é que eles sabem que precisam rescindir o contrato de Cristiano ou estão basicamente abrindo um precedente para que qualquer jogador possa criticá-los no futuro”.

Questionado sobre o que pensava e se era contra Ronaldo, Neville respondeu: “Não é verdade o que ele disse, mas no amor e na guerra vale tudo.

“Vivo no jogo da crítica e sei que tenho que aceitar e recebo muito em troca. Eu amo todos os meus companheiros com quem joguei, incluindo Cristiano.

“Não sou contra Ronaldo – longe disso. Não poderia ter mais admiração por ele, não poderia ter mais respeito por ele. Ele é o melhor jogador que já vi e é o jogador mais talentoso que já vi. já viu já viu.” já brincou com ele.”

Aleixo Garcia

"Empreendedor. Fã de cultura pop ao longo da vida. Analista. Praticante de café. Aficionado extremo da internet. Estudioso de TV freelance."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *