Conferência de Agronegócios do IPBN está sendo formada

À luz do recente acordo político da Comissão Europeia alcançado através do Parlamento Europeu e do Conselho, o Nova Política Agrícola Comum (CAP) introduziu uma PAC mais justa, mais ecológica, mais amiga dos animais e flexível a partir de janeiro de 2023. O acordo inclui “ambições ambientais e climáticas mais elevadas, alinhadas com os objetivos do Green Deal e… uma distribuição mais justa do apoio da PAC, especialmente para as empresas pequeno e médio. grandes explorações familiares e jovens agricultores”. Cada Estado-Membro da UE precisa agora preparar um plano estratégico para implementar a política nos próximos cinco anos, e isso deixa espaço para debate sobre qual é o melhor para começar. Para o efeito, antes do próximo “Package Fits 55” da Comissão Europeia, o POLITICO “reúne os principais decisores políticos, agricultores e especialistas da UE para o segundo capítulo da série Incentivando o Progresso Sustentável para explorar caminhos para um sistema agrícola europeu verde” através dos seus Agricultura na Europa neutra em termos de clima”, disponível no feed ao vivo aqui.

Na sequência do St. O IPBN anual Patrick em Lisboa, o comité do Algarve da Portugal Irish Business Network (IPBN), tal como o Politico e muitos outros, decidiram focar-se no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 15 (ODS 15) – Vida na Terra para explorar ainda mais o setor e a futuro coletivo nosso. Com a ajuda dos parceiros do IPBN Turismo do Algarve e Turismo de Portugal na Irlanda, a rede criou um programação interessante para sua conferência AgroTurism sobre Villa Vita Parc Resort & Spa instalações no Algarve na sexta-feira, 14 de outubro, graças aos incansáveis ​​esforços do Comité IPBN Algarve. Esta conferência pretende centrar-se na revisão da agricultura biológica, silvicultura e abastecimento de água no Algarve, produtos e produtores locais, e o que as empresas e comunidades locais estão a fazer para ajudar a impulsionar o crescimento e a sustentabilidade nestes setores.

O Presidente do Turismo do Algarve, João Fernandes, fará um discurso de abertura, possivelmente fazendo referência a um conjunto de ações que o Algarve está atualmente a preparar para reduzir o consumo de água nos empreendimentos turísticos. João disse à Lusa: “Recolhemos informação junto de associações empresariais relacionadas com o turismo para apresentar uma série de propostas de medidas concretas de redução do consumo de água para que se tornem efetivas”. A Área Turística do Algarve (RTA) disse em comunicado recente que, “as medidas não contemplam o consumo humano, mas sim a utilização de água não potável, como irrigação de campos de golfe e espaços verdes e possivelmente desativação de água de fontes ornamentais. . .” Nesse sentido, os parceiros de mídia do IPBN TNews informa que“O governo aprovou a 22 de julho novas medidas de combate à seca, que incluem a redução do consumo nos empreendimentos turísticos do Algarve e obras numa albufeira em Trás-os-Montes, conforme anunciado pelo Ministério do Ambiente e Agricultura.”

Esta introdução a este tema apto será seguida de um primeiro painel de discussão, que incidirá sobre a agricultura local, silvicultura e abastecimento de água no Algarve, moderado por Brian Shanahan, membro do Comité IPBN Algarve. O IPBN convidou os oradores convidados André Menitra Matos, Director Executivo de Qualidade, Vila Vita Parc Resort & Spa, Nuno Neto, Director de Património e Produção Florestal, Empresa NavegadoraJohn Paul Prior, Diretor de Estratégia de Vendas e Desenvolvimento Técnico, agricultura, e representantes da Herdade dos Grous para discutir questões importantes. Os participantes do painel discutirão a silvicultura sustentável e o processo de certificação, biodiversidade, proteção florestal, responsabilidade social, investimento em pesquisa e desenvolvimento e muito mais. “Segundo a Navigator Company, “a avaliação de riscos e oportunidades, bem como a mitigação dos impactos das operações florestais e assim por diante, são, no entanto, a base de referências técnicas que visam respeitar e conciliar os interesses ambientais, sociais e económicos como um só e fundamental. parte do modelo de gestão florestal”. O painel também destacará os agricultores locais e o Vila Vita Parc’s Herdade dos Grous (quintas e adegas em Albernôa, Alentejo), onde o Vila Vita Parc Resort & Spa abastece a si e aos seus 11 restaurantes (incluindo o Ocean com duas estrelas Michelin) com produtos de qualidade.

Após o coffee break, que incluirá sumos, mel e produtos de chocolate de produtores locais algarvios, terá início um painel de estudos de caso, com apresentação de Vanda Lopes, CEO & Fundadora da Tesouros, Passeios e Experiências do AlgarveAna Oliveira, produtora de mel local em colaboração com Abelha no tuboMara Mourinho, o produtor local de frutas de Mourinho com Vale dos Três Irmãos e membro do IPBN Michael Stock, um produtor de vinho local de Quinta dos Vales.

Por favor registre-se para se juntar a nós como este evento certamente terá um impacto. Por favor, note que após a conferência, restaurante baleia estará aberto para receber os participantes. à la carte e reserva antecipada é recomendado. Contamos com a sua presença no Algarve!

Esta conferência é gratuita e aberta a membros e não membros do IPBN.

Chico Braga

"Explorador. Organizador. Entusiasta de mídia social sem remorso. Fanático por TV amigável. Amante de café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.