Duplicar o número de ucranianos em Portugal

O número de ucranianos que vivem em Portugal quase duplicou em menos de um mês, depois de o SEF ter concedido até agora mais de 25.000 pedidos de proteção temporária de pessoas que fogem da guerra na Ucrânia.

De acordo com a última atualização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), desde o início da invasão russa da Ucrânia, a 24 de fevereiro, Portugal concedeu 25.193 pedidos de proteção temporária de cidadãos ucranianos e estrangeiros residentes naquele país.

O SEF refere que entre os refugiados ucranianos que chegaram a Portugal e gozam de proteção temporária, 9.011 são menores, o que representa cerca de 35%.

Dados do serviço indicam que antes da invasão da Rússia viviam 27.200 ucranianos em Portugal, que atualmente tem mais de 52.000 habitantes e quase duplicou no último mês.

Os ucranianos são atualmente a segunda maior comunidade residencial do país depois dos brasileiros, com 209.072 habitantes.

O SEF dispõe de uma plataforma online trilingue para os pedidos de proteção temporária de residentes ucranianos.

A plataforma SEFforUkraine.sef.pt “permite que todos os cidadãos ucranianos e seus familiares (agregados familiares), bem como todos os cidadãos estrangeiros residentes na Ucrânia, solicitem online a proteção temporária por um ano, prorrogável duas vezes por seis meses”. .

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.