Falta de 50.000 trabalhadores do turismo

Em declarações à Lusa, Rita Marques disse que está a ser preparada uma “missão empresarial” portuguesa para o último trimestre do ano para “garantir” que o país possa acolher trabalhadores dos países da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), no âmbito da o novo regime de entrada e de emprego permanente em Portugal.

“O objetivo é levar uma delegação de empresários portugueses que queiram reforçar o quadro de pessoal e depois identificar potenciais trabalhadores que tenham interesse em trabalhar em Portugal… trabalhadores que pretendam entrar neste setor de atividade”, explicou.

Segundo o secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, que se reuniu com vários representantes do sector do turismo no Algarve, a missão empresarial portuguesa, que abrange diversas áreas do Governo, como “Trabalho, Negócios Estrangeiros e Economia”, deverá ocorrer no último trimestre de 2022.

Nova lei para ajudar a recrutar

“Atualmente, quando há uma forte recuperação do setor do turismo, vivemos vários desafios e um deles tem de ser feito, nomeadamente com a falta de recursos humanos”, disse, acrescentando, ao reunir-se com empresários. neste setor, novas leis foram abordadas.

Segundo o responsável, a nova lei veio introduzir “uma alteração muito relevante e substancial na emissão de vistos, nomeadamente no âmbito dos países que ratificaram a CPLP. [Community of
Portuguese-Speaking Countries] acordo”.

Estimando que o país necessita entre 45.000 e 50.000 trabalhadores neste setor para assegurar serviços de qualidade no setor do turismo, Rita Marques avalia que o novo regime de entrada e emprego permanente em Portugal “poderia ser útil precisamente para poder importar recursos humanos. “

No entanto, sublinhou, existem preocupações “em que estes recursos humanos sejam também adequadamente formados e qualificados” para manter a “melhor prestação de serviços” do sector, envolvendo as escolas nacionais de hotelaria e turismo neste domínio.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *