Fernando Santos está deixando o cargo de técnico de Portugal após o desastre da Copa do Mundo da FIFA

O polêmico Fernando Santos renunciou ao cargo de técnico de Portugal na quinta-feira, depois que o time perdeu para o Marrocos nas quartas de final da Copa do Mundo da FIFA.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informou em comunicado ter chegado a acordo com o Santos, de 68 anos, para terminar o enorme percurso de sucessos iniciado em setembro de 2014.

“Vamos agora iniciar o processo de escolha do próximo seleccionador nacional”, acrescentou a FPF.

Após a chocante derrota de Portugal para o Marrocos, que resultou na eliminação do time da Copa do Mundo da FIFA, o Santos enfrentou duras críticas.

Santos levou Portugal à vitória na Eurocopa de 2016. No entanto, algumas de suas decisões foram duramente criticadas por fãs e especialistas. A maior dessas decisões é deixar o lendário jogador de futebol Cristiano Ronaldo fora do XI titular nos últimos oito jogos cruciais contra o Marrocos.

Após o desenvolvimento, José Mourinho foi apontado como o principal candidato a assumir.

A FDF chegaria a um acordo pelo qual Mourinho assumiria temporariamente a seleção nacional para que pudesse terminar a temporada no clube Roma, na Itália.

Mourinho, de 59 anos, ainda não treinou em nível internacional, mas tem um histórico impressionante em alguns dos clubes de peso da Europa. Ele treinou Porto, Chelsea duas vezes, Inter de Milão, Real Madrid e Manchester United.

De acordo com relatos da mídia local, os treinadores portugueses Rui Jorge (Sub-21), Abel Ferreira (Palmeiras), Paulo Fonseca (Lille), Rui Vitória (Egito) e Jorge Jesus (Fenerbahce) também estão entre os potenciais candidatos a treinador principal de Portugal .

Aleixo Garcia

"Empreendedor. Fã de cultura pop ao longo da vida. Analista. Praticante de café. Aficionado extremo da internet. Estudioso de TV freelance."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *