França qualificou-se no topo do Grupo F depois de vencer Portugal por 2-2, com a Alemanha em segundo

Emitida em:

Cristiano Ronaldo manteve Portugal vivo na Euro 2020 com dois pênaltis para anular dois gols do francês Karim Benzema em um emocionante empate por 2 a 2 que levou os dois times às oitavas de final em um final de tirar o fôlego do Grupo F na quarta-feira.

Benzema confirmou seu retorno do exílio internacional com seus primeiros gols pela França em mais de cinco anos depois de ter sido convocado para o torneio.

Mas foi Ronaldo quem voltou a ganhar as manchetes ao igualar o recorde mundial de 109 gols do Irã, Ali Daei, com 109 gols pela seleção – garantindo que os atuais campeões europeus avançassem para as oitavas de final.

Ronaldo converteu o primeiro dos três pênaltis do jogo aos 31 minutos para dar uma vantagem merecida à sua equipe, mas Benzema empatou de pênalti nos acréscimos do primeiro tempo.

Benzema voltou a marcar logo após o intervalo, após um excelente passe de Paul Pogba e foi neste momento que Portugal foi eliminado da competição que havia vencido ao derrotar a França em 2016.

No entanto, Ronaldo bateu Hugo Lloris novamente na marca da hora, pouco antes de Pogba acertar um chute de longa distância por cima da barra em uma partida que ganhou vida após um início relutante.

Portugal manteve o empate, o que significa que terminou em terceiro no grupo dos pesos pesados ​​de quatro pontos, atrás da Alemanha (quatro pontos), que empatou por 2 a 2 com a Hungria por duas vezes.

Portugal enfrenta a Bélgica, enquanto a França lidera o grupo com cinco pontos, evitando um confronto com a Inglaterra em Wembley e enfrentando a Suíça.

Portugal dominou o primeiro tempo, ganhando um pênalti aos 27 minutos após a tentativa de Lloris ter obliterado Danilo. Lloris recebeu um cartão amarelo antes de Ronaldo colocar o pênalti no canto.

A França estava insegura, mas entrou no jogo em pé de igualdade quando o árbitro Antonio Mateu Lahoz descobriu que Nelson Semedo havia derrotado Kylian Mbappe pouco antes do intervalo.

Benzema enterrou o pênalti e foi selecionado por Pogba dois minutos após o intervalo e o atacante, revelado direto pela lateral em uma checagem do VAR, acertou Rui Patricio.

O terceiro pênalti do jogo, um recorde europeu, foi marcado por um handebol de Jules Kounde e Ronaldo novamente venceu Lloris com um pênalti para marcar seu quinto gol no torneio de gols.

(REUTERS)

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.