Inspetor do SEF suspeito de violação no aeroporto de Lisboa

De acordo com um relatório de CNN PortugalO suspeito já foi identificado em uma briga pela mulher.

O relatório diz que a mulher de 35 anos desembarcou em Lisboa e foram levantadas suspeitas de que ela pretendia estar no espaço Schengen ilegalmente em vez de vir ao país para passar férias. Segundo a mulher, foi transportada sozinha com um inspector do SEF numa viatura para o centro de instalação temporária do aeroporto onde se situava o mesmo local Ihor Homeniuk foi assassinada e acabou trancada em uma sala sem câmeras de CCTV, onde foi estuprada pelo inspetor.

Ela afirma ter permanecido em silêncio por medo e vergonha e acabou sendo repatriada dias depois. Quando chegou ao seu país, contou ao namorado o que tinha acontecido e juntos viajaram para Lisboa para apresentar queixa e cooperar em qualquer investigação.

A mulher foi interrogada mais de uma vez e não teve problemas para identificar o suspeito.

Questionada pela CNN, uma fonte oficial do SEF recusou-se a divulgar as implicações disciplinares do caso, nomeadamente se o inspetor em causa foi suspenso. No entanto, o SEF salienta que o caso foi inicialmente denunciado como assédio sexual e não como violação.

Alberta Gonçalves

"Leitor. Praticante de álcool. Defensor do Twitter premiado. Pioneiro certificado do bacon. Aspirante a aficionado da TV. Ninja zumbi."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *