Luz – Luz do Mar

Embora o nome Praia da Luz (que se traduz em ‘Costa da Luz’) venha apenas de ‘Nossa Senhora da Luz’ (como era anteriormente chamada na época medieval), se você é um dos poucos turistas que visitam esta serena vila à beira-mar na da costa sudoeste algarvia nos anos 70, poderá pensar que o nome deve ter algo a ver com a quantidade de luz que se consegue ver ao olhar para o mar à noite.

Aparentemente, os moradores estão tentando enganar esses turistas mais crédulos para acreditar que essas luzes são marroquinas. Mas, é claro, eles são na verdade as luzes de muitos barcos de pesca, que já foram uma próspera vila de pescadores, flutuando no mar.

No entanto, os tempos mudaram, e ultimamente os visitantes podem chegar a outra conclusão sobre a origem do nome desta aldeia. Você vê, ‘Luz’ está se movendo rapidamente do oceano para a terra. Esta pitoresca cidade costeira sofreu um grande desenvolvimento nos últimos 30-40 anos e tornou-se um grande ponto turístico. As fábricas de conservas de peixe estão fechadas e as luzes brilhantes de restaurantes, hotéis e até discotecas agora se alinham na praia.

Hoje em dia, as ‘luzes de fada’ flutuantes que antes brilhavam no mar começaram a escurecer e com elas, uma parte importante do passado da vila também se desvaneceu.

Trazendo o mar de volta à luz

É por isso que os jornalistas alemães Monica Hoegen colaborou com o antropólogo Tiago Gonçavez. As “ondas da vida”, como diz Monika, a trouxeram aqui no ano passado e ela se interessou muito pela cultura e história do lugar. Tiago é natural de Lisboa, mas costumava passar férias na Praia da Luz todos os anos e testemunhou as rápidas mudanças em primeira mão.

Juntamente com um grupo de fãs que pensam como eles, eles iniciaram um projeto chamado Luz – Luz do Oceano e querem trazer uma luz de volta ao mar e à pesca novamente. A sua visão é abrir um centro cultural na Praia da Luz que acolherá exposições, eventos, espectáculos, música e arte – tudo relacionado com o mar. Eles querem que os banhistas saibam como era e usem essas memórias do passado para construir pontes para os tempos modernos.

Nas ondas da vida

Para dar a conhecer o projeto, realizaram um evento no Hotel Vila Luz no dia 29 de abril ao qual participei.

A ideia original era que os pescadores locais viessem ao evento e pedissem que nos contassem a sua história. Infelizmente, o mar tinha outros planos. No último minuto, Monika ouve desses pescadores que eles estão presos no mar e não conseguirão sobreviver.

Você não pode discutir com o poder de Poseidon e Monika fez um trabalho incrível ao enfrentar esta última onda. De forma impressionante, um grupo de coral local composto por cantores alemães chamado ‘Cora da Primavera’ liderado pelo músico Pedro Perreira cantou lindas canções portuguesas sobre o mar para todos nós. Vincent Jonckheere, de Conserveira do Arade – Saboreal e Pedro Evangelino de Amantes de Golfinhos do Algarve interveio para nos contar sobre seu projeto e ajudar a proteger os pescadores que não capturamos.

Há também uma excelente exposição de alguns dos diferentes artistas locais com arte temática náutica. Há grandes e coloridos peixes de papel machê de Tineke Smit, belas pinturas de Els van der Laan e Eva Herre, além de algumas fotos incríveis feitas usando um antigo processo de impressão fotográfica chamado cyanotype por Christina Kuhn.

Este projeto ainda está em seus estágios iniciais, mas Monika me disse mais tarde que “O feedback esmagador e o grande número de pessoas que compareceram ao nosso primeiro evento demonstram o interesse que há por tal iniciativa. As pessoas hoje querem mais do que apenas sol e praia. Esperamos poder convencer ainda mais as autoridades locais de que isso pode trazer mais turistas e cultura. As pessoas são atraídas para a área (também na baixa temporada) e isso pode ser um business case para a economia local também.”

Eles ainda estão procurando por parceiros, patrocinadores e financiamento e se você gostaria de se envolver ou talvez até mesmo participar de um evento no futuro (que, espero, possa apresentar alguns pescadores na próxima vez), siga-os no Facebook @luzoceanlight ou e-mail monica@ monika.hoegen@t-online.de

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.