Ministro da Defesa português diz que país “vai continuar a ajudar a Ucrânia” – EURACTIV.com

O Ministério da Defesa está “pronto para continuar a apoiar a Ucrânia”, disse a ministra da Defesa Helena Carreiras na terça-feira, acrescentando que “Portugal continua a analisar as necessidades de equipamento da Ucrânia”.

Carreiras marcou presença na terça-feira Videoconferência em uma reunião do Grupo Consultivo de Defesa da Ucrânia na Alemanha, uma reunião convocada pelos EUA e com a presença de mais de 40 países, disse o ministério.

Em comunicado às agências de notícias, o Ministério da Defesa disse que a reunião “visou assegurar a cobertura das necessidades militares da Ucrânia face à agressão russa no menor tempo possível, considerando que essas necessidades mudaram ao longo do tempo e a evolução da situação à frente. ” e “tentou responder a essas mudanças por meio de uma maior coordenação entre parceiros e aliados e a sustentabilidade de longo prazo das capacidades e da base industrial de defesa”.

“Portugal continua a analisar as necessidades de equipamento da Ucrânia e mostrou que vai continuar a apoiar bilateralmente e num leque mais alargado de países”, acrescentou o governo.

No comunicado, o ministério adianta que Portugal enviou e entregou cerca de 70 toneladas de equipamento militar letal (armas e munições diversas) e não letal (e.g. capacetes e coletes balísticos) para a Ucrânia e estão a caminho cerca de 100 toneladas de materiais, incluindo médicos uma engrenagem.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *