Mulheres ganham 17% menos em Portugal

A diferença salarial entre homens e mulheres diminuiu ao longo dos anos, mas a desigualdade salarial mantém-se nos 17,2%, conclui um estudo coordenado pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG).

De acordo com o projeto “Gender Pay Gap-E”, a diferença do salário base é, em 2019, o último ano com dados estatísticos disponíveis, de 14,1%, enquanto esta diferença aumenta para 17,2% se o salário base mais gratificações regulares e horas extras subsídios tidos em conta.

“Este resultado não está alheio a um aumento progressivo do salário mínimo nacional, uma vez que é obtido principalmente pelas mulheres”, refere o relatório.

O nível de escolaridade das mulheres trabalhadoras é superior ao dos homens trabalhadores, mas as mulheres estão mais representadas nos ramos da atividade económica e nas profissões mal remuneradas e mal remuneradas, enquanto a situação é inversa nos cargos de gestão de topo.

Se esta “segregação sexual horizontal” fosse eliminada, o diferencial salarial seria reduzido em 35%, conclui um estudo coordenado pelo ISEG, em parceria com o Centro de Matemática Aplicada à Previsão de Decisões Económicas e o Centro de Estudos de Intervenção Social, destinado a estimar os benefícios sociais e econômicos de salários iguais para mulheres e homens.

Quando se avaliam os rendimentos de homens e mulheres com os mesmos atributos em termos de capital humano, fatores como idade, escolaridade ou antiguidade, a diferença é maior do que quando esses elementos não são contabilizados, especialmente no caso de trabalhadores em tempo integral .

Este estudo ressalta que a supereducação das mulheres em relação aos homens trabalhadores contribuiu para reduzir essa lacuna em cerca de 20%.

“Se os empregos de mulheres e homens fossem distribuídos igualmente por ramos de atividade econômica, profissão e nível de qualificação, o diferencial salarial seria reduzido em 42%”, destaca o documento.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.