Orçamento do Estado finalmente aprovado – The Portugal News

Mais de meio ano após o fracasso da primeira proposta, o Orçamento do Estado para 2022 recebeu finalmente luz verde com 120 votos a favor, 5 abstenções e 105 contra.

Os únicos votos a favor foram dos partidos PS, Livre e PAN que se abstiveram, bem como do deputado do PSD Madeira, enquanto os outros partidos rejeitaram o orçamento.

O primeiro-ministro defendeu que este era o “orçamento que os portugueses esperavam, que permitiria aos jovens pagar menos IRS, os reformados receberem aumentos extraordinários, reforçar as ferramentas sociais, iniciar programas de creches gratuitas e aumentar a ação social escolar para as crianças. jovem”, no final da sessão plenária após a votação do OE. “Viramos a página sobre esta crise, agora é a hora de arregaçar as mangas e começar a trabalhar”, acrescentou.

Fechando o último capítulo da crise

Fernando Medina salientou ainda que “hoje, o Parlamento encerra o último capítulo da crise”, no seu discurso ao Parlamento. Este é o dia em que “se restabelece a estabilidade e normalidade do funcionamento do Estado e iniciamos uma nova fase de reforma para modernizar o país”, defendeu.

Apesar da maioria absoluta, o Governo prometeu “abertura ao diálogo” durante a campanha eleitoral, algo que os ex-parceiros da ferramenta dizem não ter se concretizado. O PS acabou viabilizando propostas de quase todos os partidos, principalmente do Livre e do PAN, mas a maioria delas eram simbólicas e de pouco impacto orçamentário.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.