Portugal concedeu abrigo temporário a quase 55 mil refugiados da Ucrânia – EURACTIV.com

Até agora, Portugal emitiu quase 55 mil autorizações de proteção temporária para pessoas que fogem da guerra na Ucrânia, cerca de 25 por cento das quais são menores, informou a Agência de Imigração e Fronteiras SEF na segunda-feira.

Desde o início da guerra, a 24 de fevereiro, Portugal emitiu 54.976 autorizações de proteção temporária a cidadãos ucranianos e estrangeiros residentes na Ucrânia, mais recentemente 32.259 a mulheres e 22.717 a homens Atualizar dos países do SEF.

Entre as cidades em Portugal que emitiram licenças de proteção temporária, Lisboa liderou as paradas com 11.933. Cascais (3.381), Porto (2.760), Sintra (1.856) e Albufeira (1.348).

O SEF informa ainda que comunicou ao Ministério Público a situação de 735 menores ucranianos que chegaram a Portugal sem pais ou representantes legais, casos em que não existe “perigo atual ou iminente”.

O pedido de proteção temporária em Portugal pode ser feito através da plataforma online criada pelo SEF, disponível em três línguas.

No entanto, no caso de menores, é obrigatório dirigir-se a um balcão do SEF para confirmar a sua identidade e filiação.

A ofensiva militar lançada pela Rússia na Ucrânia a 24 de fevereiro já resultou na fuga de mais de 13 milhões de pessoas – mais de seis milhões de deslocados internos e mais de 7,7 milhões para países europeus – segundo os últimos números da ONU, que classifica este refugiado crise como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

(Célia Paulo | Lusa.pt)

Alberta Gonçalves

"Leitor. Praticante de álcool. Defensor do Twitter premiado. Pioneiro certificado do bacon. Aspirante a aficionado da TV. Ninja zumbi."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *