Portugal está a alterar o regime de vistos para estrangeiros à procura de emprego

Lisboa, 1 out. Os estrangeiros que procuram trabalho em Portugal podem permanecer no país durante seis meses ao abrigo de um novo regime de vistos anunciado pelo governo.

As novas regras, que alteram as regras de entrada, permanência, saída e deportação de estrangeiros, entram em vigor em 1º de novembro, segundo a agência de notícias Xinhua.

Segundo o governo, o objetivo é “criar procedimentos que permitam atrair imigrantes regulamentados e integrados para o desenvolvimento do país, mudar a forma como a administração pública lida com os imigrantes e garantir condições para a integração dos imigrantes”. .

A entrada e a livre circulação de cidadãos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) também serão facilitadas, uma vez que a procura de emprego e os vistos de residência serão automaticamente aprovados.

“Esses pedidos devem ser concedidos imediatamente, a menos que o requerente seja identificado no Sistema de Informação Schengen como tendo uma restrição legal à recusa de entrada e permanência”, diz o decreto.

O novo regulamento facilita ainda o acesso a vistos de residência para estudantes estrangeiros a frequentar o ensino superior em Portugal e permite a emissão de vistos de residência ou de residência temporária para “nômades digitais” que trabalhem remotamente através da internet.

De acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) do país, existem atualmente mais de 800 mil estrangeiros a viver em Portugal.

Isenção de responsabilidade: esta postagem foi publicada automaticamente de um feed de agência sem edições no texto e não foi verificada por um editor

Abrir no aplicativo

Alberta Gonçalves

"Leitor. Praticante de álcool. Defensor do Twitter premiado. Pioneiro certificado do bacon. Aspirante a aficionado da TV. Ninja zumbi."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *