Portugal está em chamas novamente

Portugal voltará a estar em alerta de incêndio a partir de domingo devido às “condições meteorológicas e ambientais actuais”, disse o ministro da Administração do Interior do país, José Luis Carneiro, citando o relatório Trend. Xinhua.

Carneiro disse que o aviso vai durar até 23 de agosto, e se aplicará a todo o continente português.

Falando em conferência de imprensa, Carneiro explicou que a situação de alerta implica “restrições especiais quanto ao uso do fogo, uso de máquinas e trabalhos agrícolas, bem como o acesso às florestas”.

O uso do fogo é a causa de 54 por cento dos desastres de incêndio, disse ele.

Grande parte de Portugal está enfrentando uma nova onda de calor a partir de domingo, e as temperaturas podem atingir novamente os 40 graus Celsius. Juntamente com a velocidade do vento estimada em 60 quilômetros por hora, isso criará condições meteorológicas para secas e incêndios.

Carneiro disse que o país está fazendo o possível para proteger seu povo nessas circunstâncias extraordinárias. “Todo mundo deu o seu melhor, desde os bombeiros até a comunidade local.”

Portugal vive uma das piores crises climáticas dos últimos anos, resultando em incêndios que queimaram mais de 84 mil hectares de terra desde o início deste ano. Isso equivale a 1% da área do país, segundo dados do Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais.

Chico Braga

"Explorador. Organizador. Entusiasta de mídia social sem remorso. Fanático por TV amigável. Amante de café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *