Portugal quer aplicar sanções da UE contra oligarcas russos, mesmo que sejam cidadãos

Portugal vai impor novas sanções da UE aos oligarcas russos, mesmo que sejam cidadãos portugueses, anunciou o ministro das Relações Exteriores do país na terça-feira, abrindo caminho para Lisboa potencialmente reprimir o bilionário judeu russo Roman Abramovich.

“Estas sanções são apoiadas pelas autoridades portuguesas e [will be] aplicado conscientemente”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva ao Parlamento português. de acordo com a Reuters. “Isso aconteceu independentemente de os indivíduos sancionados terem solicitado autorização de residência para investimento ou serem cidadãos portugueses.”

Abramovich, que foi sancionado desde a invasão russa da Ucrânia por seus laços com o presidente russo Vladimir Putin, recebeu a cidadania portuguesa no ano passado sob uma lei que permite a naturalização de descendentes de judeus sefarditas.

Sua cidadania – que deu a Abramovich um passaporte da União Europeia pela primeira vez – levantou questões, já que a maioria dos judeus russos são asquenazes, não de ascendência sefardita. As autoridades portuguesas estão investigando se a cidadania foi devidamente concedida, e um rabino sênior foi preso na semana passada como parte do inquérito.

Na terça-feira, a UE sancionou Abramovich como parte de um novo pacote de medidas contra a Rússia.

A UE adicionou o oligarca russo à sua lista atualizada de russos ricos cujos bens na União Europeia – incluindo superiates e mansões – podem ser confiscados e sua entrada no bloco negada por seu papel na invasão da Ucrânia.

O dono do clube de futebol do Chelsea, Roman Abramovich, senta-se em seu camarote antes da partida da Premier League inglesa contra o Sunderland no estádio Stamford Bridge, em Londres, em 19 de dezembro de 2015. (AP Photo/Matt Dunham, arquivo)

Abramovich, de 55 anos, já havia sido multado pelo governo do primeiro-ministro Boris Johnson no Reino Unido na semana passada. O magnata do alumínio estava entre os sete russos ricos cujos bens foram congelados sob sanções britânicas em resposta à invasão russa da Ucrânia. Abramovich também foi suspenso como diretor do time de futebol Chelsea, que ele possui.

A UE disse que Abramovich tinha “acesso privilegiado ao [Russian] Presidente e mantém relações muito boas com ele. Essa associação com o líder russo o ajudou a preservar sua considerável riqueza”.

O avião particular de Abramovich pousou em Moscou na manhã de terça-feira após uma breve escala na Turquia, horas depois de ele ter sido fotografado na sala de embarque VIP do Aeroporto Ben Gurion de Tel Aviv pouco antes da decolagem.

Vários relatos da mídia hebraica disseram que Abramovich, um portador de passaporte israelense, estava a bordo do avião de partida, mas não houve confirmação imediata.

O oligarca russo-israelense Roman Abramovich é visto no Aeroporto Ben Gurion, perto de Tel Aviv, em 14 de março de 2022. (imagem fixa/walla

Na noite de domingo, seu avião decolou de Moscou e pousou em Tel Aviv. Ele aparentemente passou menos de 24 horas no local em Israel. Um grande veículo foi visto saindo de sua casa em Herzliya na tarde de segunda-feira.

O avistamento no terminal VIP do Aeroporto Ben Gurion na noite de segunda-feira foi a primeira vez que Abramovich foi visto publicamente desde que foi atingido por sanções.

O ministro das Relações Exteriores, Yair Lapid, prometeu na segunda-feira que Israel “não terá como contornar as sanções” contra a Rússia, embora não haja estrutura legal que permita sanções israelenses contra os bens e cidadãos de um estado não definido por lei como um país inimigo.

Abramovich assumiu a cidadania israelense em 2018, depois que a Grã-Bretanha se recusou a estender seu visto em meio a uma disputa diplomática entre Londres e Moscou. Legalmente, Israel não pode impedir a entrada de cidadãos israelenses no país na ausência de um mandado de prisão contra eles, nem pode confiscar legalmente propriedades em Israel.

Contamos uma história crítica

Israel é agora um ator muito mais proeminente no cenário mundial do que seu tamanho sugere. Como correspondente diplomático do Times of Israel, estou ciente de que a segurança, a estratégia e os interesses nacionais de Israel estão sempre sendo questionados e têm sérias repercussões.

É preciso equilíbrio, determinação e conhecimento para contar com precisão a história de Israel, e venho trabalhar todos os dias com o objetivo de fazer isso plenamente.

Apoio financeiro de leitores como você me permite viajar para testemunhar tanto a guerra (acabei de voltar da cobertura da Ucrânia) quanto a assinatura de tratados históricos. E permite que o The Times of Israel continue sendo o lugar para o qual os leitores de todo o mundo se voltam para obter notícias precisas sobre o relacionamento de Israel com o mundo.

Se é importante para você que a reportagem independente e baseada em fatos sobre o papel de Israel no mundo exista e prospere, peço que apoie nosso trabalho. Você vai se juntar à comunidade Times of Israel hoje?

Obrigado,

Lazar BermanCorrespondente diplomático

sim eu dou

sim eu dou

já é um membro? Faça login para parar de ver isso

Você é um leitor engajado

É por isso que lançamos o Times of Israel há dez anos, para fornecer a leitores perspicazes como você uma cobertura essencial de Israel e do mundo judaico.

Então agora temos um pedido. Ao contrário de outras agências de notícias, não configuramos um paywall. No entanto, como o jornalismo que fazemos é caro, convidamos os leitores que acharam o The Times of Israel importante para apoiar nosso trabalho juntando-se A Comunidade Tempos de Israel.

Por apenas US $ 6 por mês, você pode apoiar nosso jornalismo de qualidade enquanto desfruta do The Times of Israel ANÚNCIO GRÁTISassim como o acesso conteúdo exclusivo disponível apenas para membros da comunidade Times of Israel.

Obrigado,
David Horovitz, editor fundador do Times of Israel

Junte-se a nossa comunidade

Junte-se a nossa comunidade

já é um membro? Faça login para parar de ver isso

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *