Portugal – um país de imigrantes e emigrantes

O presidente da Assembleia Republicana afirmou que a migração “diz muito” para países emigrantes e imigrantes como Portugal, numa mensagem que assinala o Dia Internacional do Migrante.

“Somos um país de emigrantes e imigrantes e este é um valioso sinal da nossa cultura e sociedade”, afirmou Augusto Santos Silva, numa publicação na sua conta oficial no Twitter.

Num vídeo que acompanha a mensagem, o presidente do parlamento afirmou que Portugal precisa de “fazer mais”, quer no apoio aos emigrantes portugueses no estrangeiro, quer no acolhimento dos imigrantes que vivem em Portugal.

“Mas já fizemos muito e nos destacamos internacionalmente no que fazemos e é isso que nós, hoje, Dia Internacional do Migrante, destacamos”, defendeu.

O presidente do parlamento lembrou que Portugal é um “país de emigrantes há séculos”, afirmando que o número de nascidos em Portugal e que vivem noutro país há mais de um ano ronda os 2,5 milhões, segundo os critérios das Nações Unidas.

“Somos muitos portugueses e luso-descendentes que vivem em quase todos os países do mundo e isto faz parte de Portugal, todos eles”, sublinhou.

Por outro lado, figuras de ambos os países sublinharam que Portugal “se torna cada vez mais um país de imigrantes”.

“Hoje vivem em Portugal quase 700.000 estrangeiros e nós caracterizamo-nos por acolher muito bem estas pessoas, somos reconhecidos internacionalmente como um dos país o que mais aceita migrações, um dos países que mais acolhem e integram os estrangeiros”, afirmou.

Chico Braga

"Explorador. Organizador. Entusiasta de mídia social sem remorso. Fanático por TV amigável. Amante de café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *