Rebaixamento para a Premier League deixa Burnley com uma grande reconstrução e um futuro incerto

Então o sonho da Premier League acabou.

Burnley estará no campeonato na próxima temporada após uma derrota amargamente decepcionante para o Newcastle United no último dia. Uma tarde que começou com uma tensão nervosa no ar, embora os Clarets tivessem seu próprio destino nas mãos, terminou com lágrimas nos olhos de torcedores e jogadores de joelhos.

Seis anos após uma segunda promoção à primeira divisão em três temporadas, o Burnley se encontrará de volta à segunda divisão quando a temporada 2022-23 começar em 31 de julho.

LEIA MAIS: Reação ao rebaixamento do Burnley para a Premier League

A maneira como o último dia terminará deixará um gosto amargo, uma oportunidade desperdiçada, uma chance desperdiçada. Foram vários nesta temporada. No passado, o Burnley atingia principalmente um resultado quando precisava de um. Não assim desta vez. Norwich em casa e fora, Newcastle fora, Watford em casa, Leicester em casa, Brentford fora. Todos os jogos que apresentaram uma chance de pontos inestimáveis ​​resultaram em nenhuma vitória e Burnley foi derrotado em cinco.

É por isso que o Burnley está no campeonato tanto quanto o triste desempenho de domingo diante de uma multidão lotada que não merecia um time com tão pouca intenção, invenção ou idéias jogando por grande parte de sua competição.

Houve um vislumbre de esperança quando Maxwel Cornet marcou para reduzir pela metade o déficit, mas você nunca sabia que a maré mudaria e um último suspiro do vencedor do Leeds foi o último prego no caixão dos Clarets.

Na verdade, apesar dos vislumbres de possibilidade, o Estágio Dois acena para grande parte da campanha. Um bom desempenho em Brighton, o cabeceamento de Ben Mee contra o Tottenham, a vitória no gramado contra o Everton, o salto sob Mike Jackson e as cenas em Watford.

Mas eles são os destaques de uma temporada de luta. Os Clarets estiveram entre os três últimos durante a maior parte da temporada e, embora tenham começado acima da linha pontilhada no último dia, não foram bons o suficiente. Como dizem, a tabela classificativa não mente.

O rebaixamento terá um enorme impacto em campo, as vendas de jogadores são inevitáveis, as finanças serão frágeis, o recrutamento de treinadores e jogadores será crucial e difícil. Os Clarets chegaram ao título da liga na última vez que estiveram neste nível, ficando invictos 23 vezes. Não será tão fácil da próxima vez.

O presidente Alan Pace está sob sério escrutínio e a estrutura da aquisição – que sempre foi motivo de preocupação – agora é uma realidade. Uma grande parte dos 65 milhões de libras devidos à MSD Holdings como parte da compra agora deve ser reembolsada e há preocupações genuínas sobre como Burnley lidará com as dívidas do clube e a perda da riqueza da Premier League.

São tempos incertos, não há treinador e nove jogadores experientes estão sem contrato. Os Clarets enfrentam uma reconstrução massiva que devem administrar com cuidado. É claro que o otimismo será escasso após o rebaixamento, mas o Burnley deve agora enfrentar a realidade de uma reconstrução verdadeiramente difícil.

Um novo capítulo está sendo escrito em Turf Moor, mas não está claro como isso acontecerá.

Baixe o aplicativo LancsLive gratuitamente iPhone aqui e Android aqui.

Não perca nada do seu clube favorito! Para todas as atualizações mais recentes do BurnleySubscreva aqui a nossa newsletter gratuita com as últimas notícias.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.