Ronaldo dá prazo para demolir construção ilegal

Cristiano Ronaldo tem até 30 de junho de 2022 para destruir a construção ilegal que fez na sua casa no Gerês.

Depois de ser obrigado a demolir a luxuosa tenda penthouse que possui em Lisboa, Cristiano Ronaldo viu-se obrigado a demolir parte da construção ilegal da sua casa no Gerês, na albufeira da barragem da Caniçada, em Terras de Bouro.

Segundo a TVI, o futebolista português tinha até 21 de março para concluir a demolição do recreio construído ilegalmente e da casa que construiu na propriedade, mas o prazo foi prorrogado até 30 de junho pela Câmara Municipal de Terras de Bouro. Essas obras já estão em andamento e devem ser concluídas antes do prazo.

Assim, Cristiano Ronaldo vai escapar à acusação criminal de violação de portarias municipais e falsificação de documentos, por alegadamente ter mandado construir fora do espaço oficial em área protegida, disse a TVI, salientando que foi a construção de um pequeno heliporto que levou o futebolista a alterar o projeto detalhado, construindo o referido playground, acima do qual deve agora ser destruído.

Terminada a obra e acertado todo o processo, a mansão poderia finalmente ser entregue a Pepe, o jogador luso-brasileiro do FC Porto, que havia negociado a compra do imóvel.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.