Siemens aumenta 3.000 trabalhadores portugueses

O Grupo Siemens Portugal, que conta já com um total de 3.045 colaboradores, procura reforçar a equipa este ano, com mais de 200 ofertas de emprego atualmente disponíveis no país.

“É com grande satisfação que assistimos a um aumento significativo de novos postos de trabalho de qualidade nas empresas do grupo, refletindo assim o crescimento da atividade nas áreas nacionais, mas sobretudo das exportações, num momento globalmente muito desafiante”, afirmou Pedro Pires de Miranda, CEO da Siemens Portugal, foi citado em comunicado.

Desde março de 2020, quando a pandemia atingiu Portugal, 423 novos colaboradores ingressaram na Siemens. Só no ano passado, a equipe foi reforçada por mais 210 pessoas. E a empresa também quer reforçar a equipe até 2022, anunciando 200 vagas.

“Esse crescimento de recursos humanos será alcançado por meio da expansão dos centros de competência e hubs de engenharia, laboratórios e centros de tecnologia que já estão operando em diversas instalações da empresa”, disse a Siemens.

“O objetivo de aumentar ainda mais a equipe faz parte da estratégia da empresa de crescimento contínuo para os próximos anos, com forte foco no aumento progressivo das exportações. E estamos numa posição única, porque Portugal é um país interessante para trabalhar. Além dos trabalhadores portugueses, temos outras 58 nacionalidades e 26 línguas faladas na nossa empresa. Somos a subsidiária da Siemens com mais estrangeiros trabalhando localmente – a verdadeira Siemens United Nations”, diz Pedro Pires de Miranda.

Chico Braga

"Explorador. Organizador. Entusiasta de mídia social sem remorso. Fanático por TV amigável. Amante de café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *