Siemens aumenta a sua força de trabalho portuguesa de 3.000 pessoas

O Grupo Siemens de Portugal conta com um total de 3.045 colaboradores que procuram reforçar a equipa este ano, com mais de 200 ofertas de emprego atualmente disponíveis no país.

“É com grande satisfação que vemos um aumento significativo de novos postos de trabalho altamente qualificados a serem criados nas empresas do grupo, refletindo o crescimento da atividade em território nacional, mas sobretudo as exportações, numa altura muito desafiante a nível global”, disse Pedro Pires de Miranda, CEO da Siemens Portugal, foi citado em comunicado.

Desde março de 2020, quando eclodiu a pandemia em Portugal, 423 novos colaboradores aderiram à Siemens. Só no ano passado, a equipe foi reforçada com mais 210 pessoas. E a empresa também quer reforçar a equipe até 2022, divulgando 200 vagas.

“Esse crescimento de recursos humanos será alcançado por meio da expansão de centros de competência e polos de engenharia, laboratórios e centros de tecnologia que já estão operando em diversas instalações da empresa”, disse Siemens.

“O objetivo de atualizar a equipe faz parte da estratégia de crescimento sustentável da empresa para os próximos anos, com forte foco no aumento progressivo das exportações. E estamos numa posição única, porque Portugal é um país interessante para trabalhar. Para além dos trabalhadores portugueses, temos 58 outras nacionalidades e 26 línguas faladas na nossa empresa. Somos uma subsidiária da Siemens com maioritariamente estrangeiros a trabalhar localmente – a original Siemens United Nations”, destaca Pedro Pires de Miranda.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *