Todrick Hall, Iggy Azalea e Mel C vão tocar no Festival de Música LGBTQ+ de Portugal

Prepare-se para se hidratar e dançar como se ninguém estivesse assistindo, pois há um novo festival queer começando no Porto, Portugal, de 1 a 3 de julho. Os criadores do Festival de Música LGBT+ esforçam-se por criar um espaço seguro para todas as pessoas e aliados LGBTQ+ enquanto celebram a rica cultura do Porto com artistas como Iggy Azalea, Bebe Rexha, Tiga, Melanie C, Todrick Hall Little Boots, Peaches e muitos mais.

Apresentado pelo Apollon Group em parceria com a MTV e Atitude magazine, o evento promete ser um bacanal único que inclui destaques pós-festa da vida noturna do Porto, festas na piscina e no barco e passeios de helicóptero sobre o oceano.

Os frequentadores do festival também podem esperar que alguns dos melhores DJs do mundo passem pelo evento de 72 horas. Para aqueles que querem equilibrar diversão com uma experiência mais realista, haverá palestras com personagens peculiares, almoços e sessões de música acústica.

“Este será um festival que relembra o passado, celebra o presente e prepara o futuro. Reunindo pessoas de todo o mundo, isso criará um espaço verdadeiramente seguro para todos que sabem e entendem que a música é um ato de libertação”, disse Diogo Vieria da Silva, gerente de impacto comunitário, porta-voz do festival e diretor executivo de Variações para o português. Associação de Comércio e Turismo LGBTI. “Combinando a inclusão com a diversão, este festival vai ajudar a cidade do Porto e as organizações locais a aumentar o seu apoio às pessoas LGBT+ e tornar-se-á numa peça central da celebração dos valores da igualdade. Isso fornecerá uma plataforma para artistas LGBT+ e seus aliados, enquanto eleva os artistas nacionais a novos patamares”.

Os organizadores do festival têm parceria com “o Ministério do Turismo de Portugal e a Câmara Municipal do Porto, bem como a grande oferta de restaurantes, bares, discotecas e hotéis da cidade do Porto, permitindo uma experiência única e inclusiva”, de acordo com o comunicado.

“Embora este evento seja inspirado na comunidade LGBT+ e represente o maior investimento nesta comunidade, todos serão bem-vindos”, disse o diretor do festival, Marco Azevedo. “Esta celebração é o resultado da colaboração de várias identidades que representam a diversidade de Portugal e do nosso compromisso com o respeito pelo próximo. Nossa missão do festival é fazer com que todos se sintam vistos e ouvidos enquanto cantamos, dançamos e amamos nesta celebração de 72 horas!”

Outros talentos que surgirão na estreia mundial deste festival imperdível incluem Illustrious Blacks, Eliza Legzdina, Gloria Groove, Sammy Jo (Scissor Sisters), Bimini Bon Boulash, Ludmilla, Blaya e Jodie Harsh.

Informações sobre ingressos e festivais disponíveis aqui.

Assista ao vídeo “Music Is My Safe Place” do Festival de Música LGBT+ abaixo.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *