Treinador português suspenso após acusações de assédio

O clube de futebol português Famalicão suspendeu nesta sexta-feira o técnico de sua seleção feminina depois que um importante jornal em Portugal publicou alegações de assédio sexual verbal de suas jogadoras em um clube anterior.

Famalicão disse que “à luz” da reportagem publicada pelo jornal Público de que vai suspender o treinador Miguel Afonso “até que se apure a veracidade dos factos”.

O clube disse que “se coloca à disposição de todos os envolvidos e das autoridades competentes para auxiliar na apuração da verdade”.

O alegado assédio verbal a jogadores, alguns dos quais com 19 anos na altura, teria ocorrido enquanto Afonso treinava o português Rio Ave na época 2020/21.

O Público disse ter contactado Afonso, mas este recusou-se a comentar as alegações.

Em comunicado, o Rio Ave reconheceu estar ciente de “alguns comentários constrangedores de atletas sobre abordagens alegadamente inadequadas por parte do treinador”.

No entanto, o Rio Ave disse que não tomou providências porque “o treinador negou tais situações e o assunto não foi apurado a pedido dos atletas”.

Famalicão disse em um comunicado separado antes da suspensão de Afonso que não tinha conhecimento das alegações quando contratou Afonso.

___

Mais futebol AP: https://apnews.com/hub/soccer e https://twitter.com/AP_Sports

Aleixo Garcia

"Empreendedor. Fã de cultura pop ao longo da vida. Analista. Praticante de café. Aficionado extremo da internet. Estudioso de TV freelance."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *