UE condena Portugal por não cumprir diretiva de ruído

O Tribunal da União Europeia (TJUE) declarou que “Portugal não cumpriu” a diretiva de ruído ambiental devido a atrasos na comunicação do plano de ação.

O TJUE determinou que Portugal deve implementar a decisão de hoje o mais rápido possível, caso contrário será aplicada uma multa.

A decisão refere-se à falta de notificação de mapas estratégicos de ruído para cinco estradas principais (de um total de mais de 500), para 236 estradas principais (de um total de 555) e à ausência de planos de ação para 55 estradas principais. eixo ferroviário.

Em causa está a falta de comunicação atempada sobre o cumprimento da diretiva 2002/49/CE relativa à avaliação e gestão do ruído ambiente, ou seja, no que respeita aos cinco eixos rodoviários principais: termina a 20 de outubro de 2018”, lê-se na decisão que é acessível à Lusa.

O prazo fixado no parecer fundamentado enviado pela Comissão Europeia a Lisboa foi também ultrapassado no que respeita à aprovação e comunicação do plano de ação para os 55 eixos dos caminhos-de-ferro abrangidos, que decorreu apenas no dia 25 de junho de 2021.

“Tendo em conta todas as considerações anteriores, é de referir que a República Portuguesa (…) ao não compilar um mapa estratégico de ruído relativo ao eixo rodoviário principal (…) nem um plano de ação para as aglomerações da Amadora e do Porto, bem como para estradas e caminhos-de-ferro principais referidos no anexo da presente decisão e, por outro lado, ao não transmitir à Comissão as informações fornecidas pelos mapas ou um resumo dos planos de acção, a Comissão não cumpriu a sua obrigações”, segundo a sentença.

Portugal foi condenado ao pagamento das taxas, mas se Bruxelas considerar que a decisão não foi executada, Portugal pode apresentar nova ação ao TJUE para aplicação de sanções pecuniárias.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.