Incêndio em Castro Marim volta a aumentar

O incêndio que deflagrou ao amanhecer em Odeleite, no concelho de Castro Marim no Algarve, reacendeu “fortemente” esta tarde e os bombeiros vão enfrentar horas de trabalho.

“Às 10h20 estava sob controle, mas houve forte reativação. As condições meteorológicas não são muito favoráveis, com muito calor e vento”, disse a Faro uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) em Faro.

Segundo a mesma fonte, a temperatura, o vento e o tipo de combustível no local resultaram numa reativação “esperada” do fogo e numa “rápida propagação” das chamas, que se conjugaram para criar uma tarde de “trabalho árduo”. ” .

A expectativa é que a recuperação durante a noite não seja possível, pois a umidade permanecerá “muito baixa” e a temperatura “muito alta” durante a noite e não produzirá a “janela de tempo” esperada ao amanhecer, acrescentou a fonte.

“Vamos usar os recursos aéreos durante o dia porque eles não funcionam à noite e fica mais complicado”, disse.

As 14 pessoas das localidades de Pero dos Negros, Amendoeira e Marroquil, que foram retiradas das suas casas por precaução e transferidas para o Centro Comunitário do Azinhal, vão regressar às suas casas “o mais rapidamente possível”, segundo a fonte CDOS.

O alarme para o incêndio que deflagrou perto da vila de Pernadeira, no concelho de Odeleite, concelho de Castro Marim, foi dado às 01h05.

Até as 16h, 271 socorristas estavam no local, apoiados por 87 veículos, além de 10 aeronaves, segundo o site da Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências e Gerenciamento de Desastres.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.