Painel de 6 de janeiro entrevistará mais três parlamentares republicanos

Membros dos Oath Keepers, incluindo seu líder Stewart Rhodes, trocaram mensagens criptografadas pedindo aos membros da organização que fornecessem pessoalmente assistência de segurança a Jackson, sugerindo que ele tinha “dados críticos para proteger”, disseram promotores federais.

“Por que essas pessoas estariam interessadas em sua localização específica? Por que eles pensariam que você tem “dados críticos para proteger”?”, escreveram Thompson e Cheney para Jackson. “Por que eles instruiriam seus membros a proteger sua segurança pessoal? Com quem você falou ao telefone naquele dia?”

Em 6 de janeiro, Jackson postou fotos de si mesmo no comício de Trump na Ellipse que precedeu a violência e twittou: “Os patriotas americanos estão de costas, Sr. Presidente! Vamos LUTAR por VOCÊ e vamos lutar pelo NOSSO país!!”

O Sr. Thompson e a Sra. Cheney escreveram ao Sr. Jackson: “Gostaríamos de discutir como e quando você retornou da Elipse ao Capitólio e quais contatos você teve com os participantes do comício ou a marcha subsequente da Elipse ao Capitólio .”

Em um comunicado, Jackson negou ter tido contato com membros dos Oath Keepers.

“Não conheço, nem estive em contato com, aqueles que trocaram mensagens de texto sobre mim em 6 de janeiro”, disse Jackson. “Na verdade, tive orgulho de ajudar a defender o plenário da Câmara dos Deputados daqueles que representavam uma ameaça para meus colegas. A caça às bruxas do comitê contra mim nada mais é do que uma tentativa coordenada de fazer o trabalho da mídia às custas do contribuinte.”

Brooks disse em comunicado que “já havia feito inúmeras declarações e declarações públicas até 6 de janeiro”.

“Anteriormente, eu teria testemunhado voluntariamente perante o Comitê de Caça às Bruxas de Nancy Pelosi, desde que o testemunho fosse público, os questionadores fossem congressistas e as perguntas fossem limitadas a eventos relacionados a 6 de janeiro”, disse ele em comunicado ao presidente da Câmara. “Mas esse tempo já passou. Eu não ajudaria Nancy Pelosi e Liz Cheney a atravessar a rua.”

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *