Portugal envia equipamento militar para a Ucrânia

Portugal enviará equipamento militar para a Ucrânia, disse o Ministério da Defesa no domingo, juntando-se a outras nações ocidentais no envio de ajuda ao país da Europa Oriental sob ataque russo.

Lisboa vai enviar “coletes, capacetes, óculos de visão noturna, granadas e munições de vários calibres”, disse o ministério em comunicado no Twitter nas primeiras horas da manhã.

“Portugal apoia a Ucrânia a defender-se de uma invasão injustificada, ilegal e inaceitável”, disse o ministro da Defesa, João Cravinho, em outro tweet.

O ministro das Relações Exteriores, Augusto Santos Silva, disse à CNN Portugal no sábado que Lisboa está “completamente aberta” a receber “milhares de ucranianos” que estão sendo forçados a fugir de seu país.

Ele também disse que Lisboa suspendeu a consideração dos pedidos russos dos chamados “vistos dourados”, autorizações de residência para investidores estrangeiros ricos.

Leia | Ucrânia pronta para conversações com a Rússia, mas não na Bielorrússia

Um protesto de solidariedade com a Ucrânia está agendado para o final do dia na capital Lisboa, após uma reunião anterior de centenas de pessoas no sábado.

A Grécia também disse no domingo que enviará “equipamento de defesa” para a Ucrânia via Polônia, sem dar mais detalhes sobre o que seria.

A Alemanha disse no sábado que seu Exército transferirá 1.000 armas antitanque e 500 mísseis terra-ar da classe Stinger para a Ucrânia, marcando uma reversão de sua política de longa data de proibir a exportação de armas para zonas de conflito.

Holanda, França, Bélgica e República Tcheca também prometeram vários tipos de armas, enquanto os Estados Unidos estão fornecendo à Ucrânia US$ 350 milhões em equipamentos militares adicionais.

Confira os vídeos mais recentes do DH aqui:

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *