A migração “campeã” de Portugal – The Portugal News

A vice-ministra dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, anunciou que mais de 167 mil estrangeiros estão agora “regulamentados” no país.

O ministro destacou que Portugal, “país campeão” do Acordo Global para a Migração Segura e totalmente comprometido com os seus objetivos, foi um dos primeiros países a concordar com um Plano Nacional de Implementação.

“Três anos após o lançamento deste Plano, tenho o prazer de partilhar convosco alguns dos resultados alcançados, (…) como a atribuição de 336.000 números de segurança social para estrangeiros que pretendam iniciar a sua actividade profissional em Portugal, promovendo a sua regularização”, disse Ana Catarina Mendes.

O responsável destacou ainda uma revisão dos cursos de língua portuguesa especialmente concebidos para estrangeiros, que beneficiam milhares de migrantes.

No entanto, e olhando para o futuro, o ministro reconheceu a necessidade de “aprofundar este esforço” e adaptar as políticas nacionais às prioridades estabelecidas na Declaração de Progresso.

A este respeito, Ana Catarina Mendes afirmou que Portugal está empenhado em rever o seu Plano Nacional de Implementação, dando particular atenção às mulheres e crianças.

“Isso incluirá consultas aprofundadas com um amplo espectro de partes interessadas. Pretendemos promover uma ‘abordagem de trezentos e sessenta graus’ em que as autoridades locais e a sociedade civil estejam ativamente envolvidas, reforçando o seu papel na promoção de políticas de integração e desenvolvimento sustentável. sociedade”, disse.

Promover a migração

Entre os compromissos listados estão o cumprimento da meta nacional de promover fluxos migratórios regulares por meio do avanço de acordos de mobilidade laboral com outros países parceiros.

“Como um país com uma longa tradição de acolhimento de migrantes de várias partes do mundo e com centenas de milhares dos nossos nacionais a viver no estrangeiro, Portugal pretende que ninguém fique para trás e que todos gozem das mesmas oportunidades, direitos e obrigações” , disse o vice-ministro de Assuntos Parlamentares.

Em declarações ao director-geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM), António Vitorino, o ministro garantiu ainda o total empenho de Portugal nos objectivos do ‘Acordo Global sobre as Migrações’, e afirmou que espera continuar a trabalhar em conjunto para promover mais sociedades inclusivas.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.