Aviso que hoje pode ser pior para os incêndios em Portugal

Esta posição foi transmitida por António Costa na sua declaração aos jornalistas, após ter participado num briefing com o presidente do Instituto Português do Oceano e da Atmosfera (IPMA), com o presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, General Duarte Costa, e o Ministro da Administração Interior, José Luís Carneiro.

“A previsão do tempo mostra que hoje teremos o dia mais severo do ponto de vista da elevação da temperatura, com ventos aumentados de leste e baixos níveis de umidade. Hoje é o dia em que precisamos de mais atenção do que nunca para evitar novas ocorrências – e quarta-feira já foi um dia muito difícil, com mais de 200 incidentes de incêndio rural.”

Além disso, António Costa deixou um aviso sobre o desenrolar da próxima semana: “Podemos deixar de estar em estado de emergência, mas não podemos passar para o estado de descuido”.

“Continuaremos a registrar temperaturas muito altas na próxima semana. O acúmulo desse período crítico, antes de tudo do ponto de vista climático, tem consequências no risco de incêndio, aumentando a seca e reduzindo a umidade do solo”, alerta.

“Por isso, mais do que nunca, todo cidadão deve ter muito cuidado para evitar incêndios causados ​​por descuido. A maioria dos incêndios ocorre muito perto do local, ou seja, muito perto de onde os humanos estão”, acrescentou.

Chico Braga

"Explorador. Organizador. Entusiasta de mídia social sem remorso. Fanático por TV amigável. Amante de café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *