Bangladesh e Portugal colaboram na ação climática e na economia azul

Bangladesh e Portugal concordaram em aumentar a cooperação nas áreas de energia renovável, transição verde e economia azul.

O acordo verbal foi feito durante uma visita a Portugal, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Bangladesh, Md Shahriar Alam, fez uma visita de cortesia ao ministro da Economia e Mares de Portugal, António Costa Silva, quinta-feira (26 de Maio), refere um comunicado de imprensa. na sexta.

Em extensa conversa, o Ministro de Estado Shahriar Alam explicou ao ministro português sobre o recente rápido progresso de Bangladesh no desenvolvimento econômico e social.

Antonio Costa Silva reconheceu o desenvolvimento dinâmico de Bangladesh nos últimos anos e atribuiu esse sucesso à estabilidade política que existia sob a liderança do primeiro-ministro Sheikh Hasina.

Reconhecendo que ainda existe um potencial considerável de cooperação entre os dois países, sublinhou que Portugal está pronto para expandir a colaboração em vários domínios que incluem energias renováveis, transição verde, tecnologia marinha, economia marinha e muito mais.

O Ministro de Estado Shahriar Alam concordou em promover a cooperação nestas áreas e procurou o apoio de Portugal para a hidroeletricidade regional.

Antonio Costa reconheceu que Bangladesh e Portugal são países litorâneos e enfrentam a mesma ameaça existencial das mudanças climáticas e do aumento do nível do mar, o que torna necessário incentivar uma maior cooperação climática.

Em resposta, Shahriar Alam informou-o do papel de liderança do Bangladesh na Associação da Orla do Oceano Índico e na Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos e concordou em promover a parceria Bangladesh-Portugal a este respeito.

Ele também pediu maior compartilhamento de conhecimento e parcerias nas áreas de oceanografia e assuntos marítimos.

Shahriar Alam chamou a atenção do ministro português para as dificuldades enfrentadas pelos requerentes de visto do Bangladesh devido à obrigatoriedade de presença física na embaixada portuguesa em Nova Deli, e apelou à sua intervenção na simplificação do processo ao permitir que os prestadores de serviços operem no Bangladesh.

Antonio Costa reconheceu a importância de procedimentos simplificados de vistos para facilitar a visita de potenciais investidores e empresários de ambos os países e concordou em analisar o assunto.

Nas áreas do comércio e investimento, o ministro português manifestou o desejo de continuar a cooperação na finalização do Tratado de Evitar a Dupla Tributação e sugeriu a elaboração de um acordo de proteção do investimento.

Para consolidar as parcerias existentes a nível multilateral, o Ministro António Costa convidou o Bangladesh a participar na próxima 2ª Conferência das Nações Unidas sobre o Oceano, que se realizará de 27 de junho a 1 de julho em Portugal.

O Ministro de Estado Shahriar Alam confirmou a participação de uma delegação de alto nível de Bangladesh na conferência.

O ministro português recordou a sua última visita ao Bangladesh, há 15 anos, e manifestou o desejo de visitar o Bangladesh em breve para experimentar a transição positiva pela qual o Bangladesh passou.

Shahriar Alam disse que o ministro Costa será calorosamente recebido em Bangladesh após sua chegada.

O Ministro de Estado foi acompanhado pelo Embaixador do Bangladesh em Lisboa, Tarik Ahsan, e outros funcionários.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.