Férias portuguesas com família e amigos

As viagens turísticas ao estrangeiro de residentes em Portugal aumentaram 592,8% no segundo trimestre, face ao período homólogo de 2021, e as viagens dentro do território nacional cresceram 34,9%.

De acordo com as estatísticas da procura turística dos residentes, divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), entre abril e junho, as viagens realizadas pelos residentes cresceram 52,2% e atingiram um total de 5,5 milhões, o que representa um decréscimo de 1,7% face ao para o mesmo período de 2019.

INE Os dados revelam que as viagens dentro do território nacional correspondem a 85,9% das viagens (4,7 milhões), enquanto as viagens ao estrangeiro somam 774,2 mil.

No período analisado, o principal motivo da viagem foi “conforto, lazer ou lazer”, que esteve associado a 47,6% do total e associado a 2,6 milhões de viagens, crescendo 49,9% ano a ano, seguido de “visitar familiares ou amigos”. (38,0%) e profissional ou empresarial (9,0%).

Acomodação gratuita

A hotelaria e afins concentraram 31,7% das dormidas resultantes de viagens no segundo trimestre, ganhar peso no total (+15,2 pontos percentuais), enquanto o alojamento privado gratuito continua a ser a primeira escolha dos viajantes (62,1% das dormidas, -14,8 pontos percentuais).

Segundo o INE, registaram-se 6,0 milhões de dormidas em “hotéis e afins” no período analisado, enquanto o “alojamento privado gratuito” correspondeu a 11,7 milhões de dormidas.

Cerca de 24,4% da população fez pelo menos uma viagem turística entre abril e junho, um aumento de 8,2 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado.

Chico Braga

"Explorador. Organizador. Entusiasta de mídia social sem remorso. Fanático por TV amigável. Amante de café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *