Imprensa portuguesa Impresa atingida por hackers

Um homem segura um laptop enquanto o código cibernético é projetado nele nesta imagem de ilustração tirada em 13 de maio de 2017. REUTERS/Kacper Pempel

Inscreva-se agora para ter acesso ilimitado e GRATUITO ao Reuters.com

LISBOA, 3 Jan (Reuters) – O site de um dos maiores jornais e emissoras de Portugal, ambos de propriedade do maior conglomerado de mídia do país, Impresa, caiu nesta segunda-feira após ser atingido por ataques de hackers no fim de semana.

O jornal Expresso e a estação de televisão SIC afirmaram ambos que reportaram o incidente à polícia de investigação criminal PJ e ao Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) e vão apresentar queixa.

Os supostos hackers, que se autodenominam Grupo Lapsus$, publicaram uma mensagem no site dizendo que dados internos vazariam se o grupo de mídia não pagasse o resgate. A mensagem inclui o e-mail e as informações de contato do Telegram.

Inscreva-se agora para ter acesso ilimitado e GRATUITO ao Reuters.com

O grupo não retornou imediatamente um pedido de comentário da Reuters.

A Lapsus$, que alega ter acesso a uma conta da Amazon Web Services Impresa, também enviou e-mails de phishing para clientes do Expresso e tweets da conta verificada do jornal no Twitter.

O mesmo grupo supostamente invadiu o site do Ministério da Saúde do Brasil no mês passado, paralisando vários sistemas, incluindo um com informações sobre o programa nacional de imunização e outro usado para emitir certificados digitais de vacinação. Consulte Mais informação

O coordenador do CNCS, Lino Santos, disse ao jornal Observador que esta foi a primeira vez que o grupo lançou um ataque no país.

Os sites do Expresso e da SIC estão offline desde domingo, com uma página a exibir uma mensagem a dizer que estavam “temporariamente indisponíveis” após o ataque e que voltariam “assim que possível”.

Enquanto isso, ambas as organizações de mídia publicaram as notícias em seus canais de mídia social. Eles o descreveram como “um ataque sem precedentes à liberdade de imprensa na era digital”.

Inscreva-se agora para ter acesso ilimitado e GRATUITO ao Reuters.com

Reportagem de Catarina Demony; Editado por Inti Landauro e Louise Heavens

Nosso padrão: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *