Liga dos Campeões: City venceu o Real Madrid por 4-3 na primeira mão de tirar o fôlego | Notícias esportivas

Por STEVE DOUGLAS, jornalista esportivo da AP

MANCHESTER, Inglaterra (AP) — O Manchester City simplesmente não conseguiu abalar o Real Madrid.

Em uma partida selvagem da Liga dos Campeões que às vezes parecia um jogo de basquete, o City venceu o Real Madrid por 4 a 3 na primeira mão das semifinais, mas deixou o Etihad Stadium e se perguntou como os 13 vezes campeões ainda estavam lá.

Por fim, o pênalti atrevido de Karim Benzema, ‘Panenka’, aos 82 minutos, viu o Real Madrid sair com alguma esperança de um retorno na segunda mão da próxima semana no Santiago Bernabéu.

O City, ansioso para chegar à final pela segunda temporada consecutiva, vencia por 2 a 0 aos 11 minutos – com gols de Kevin De Bruyne e Gabriel Jesus – e deveria ter ficado claro antes de Benzema rematar aos 33 minutos, desviado da trave.

Caricaturas políticas

Phil Foden restabeleceu a vantagem de dois gols do City aos 53 minutos, Vinicius Junior respondeu pelo Real Madrid dois minutos depois e as chances continuaram a surgir para os dois lados antes de Bernardo Silva acertar um chute no poste mais próximo após o árbitro Zinchenko assumir a liderança após uma falta sobre Oleksandr .

Benzema teve a última palavra naquela noite, convertendo um pênalti após um handebol de Aymeric Laporte para se tornar o artilheiro da competição com 14 gols e continuar sua melhor forma de artilheiro da carreira com 40 em todas as competições nesta temporada.

O técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, perdeu por 5 a 0 em sua última visita ao Etihad – com o Everton na última rodada da Premier League – e o City poderia facilmente ter marcado muitos mais gols graças ao seu início espetacular.

Com o Real Madrid em campo com um meio-campo com Luka Modric, Toni Kroos e Federico Valverde perdendo a mordida do lesionado Casemiro, o City empurrou os visitantes à vontade.

A corrida final de De Bruyne pelo meio não foi aproveitada e ele se abaixou para cabecear no cruzamento de Mahrez por cima do ombro esquerdo, pouco menos de 90 segundos de jogo.

Quando Jesus facilmente virou David Alaba no meio após a bola de De Bruyne e marcou um final, o Etihad entrou em erupção novamente e Ancelotti jogou os braços no ar.

Jesus, recém-saído de uma vitória de quatro gols sobre o Watford no sábado, era uma ameaça constante – Alaba não conseguiu lidar com ele e foi substituído no intervalo – e Mahrez teve muito espaço na direita.

O ala desperdiçou duas chances de alto nível que deixaram Guardiola furioso, primeiro aos 26 minutos, quando bateu descontroladamente no mano a mano com o goleiro Thibaut Courtois e acertou a rede lateral, e logo após o reinício, quando acertou novamente e rolou contra o poste.

No meio-tempo, Benzema havia marcado seu agora habitual gol na Liga dos Campeões, rematando na trave após cruzamento de Ferland Mendy na 33ª rodada, e o City às vezes era perigoso – principalmente o goleiro Ederson, que adulterava a bola.

O segundo tempo foi igualmente caótico e os gols não pararam de sair.

O City ampliou sua vantagem de dois gols novamente aos 53, quando Foden cabeceou para casa um cruzamento de Fernandinho, o capitão do clube de 36 anos que entrou na lateral-direito para o lesionado John Stones.

O Real Madrid voltou e Vinicius virou Fernandinho – que mostrou sua falibilidade em uma posição desconhecida – perto do meio-campo e correu para a esquerda antes de cortar e rematar para Ederson.

O golo de Bernardo deveu-se tanto à perspicácia do árbitro Istvan Kovacs como à brilhante finalização do médio português, e parecia que o City iria finalmente assumir a liderança com dois.

Então Laporte jogou a bola de sua cabeça para o braço de batedor para conceder uma penalidade desnecessária. Benzema manteve a compostura enquanto todos ao seu redor perderam a compostura, dando ao Real Madrid esperanças renovadas de chegar à primeira final desde 2018.

Mais futebol AP: https://apnews.com/hub/soccer e https://twitter.com/AP_Sports

Steve Douglas pode ser contatado em https://twitter.com/sdouglas80

Direitos autorais 2022 O Imprensa associada. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, transcrito ou redistribuído.

Fernão Teixeira

"Criador. Totalmente nerd de comida. Aspirante a entusiasta de mídia social. Especialista em Twitter. Guru de TV certificado. Propenso a ataques de apatia."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.