“Precisam-se muitos mais voluntários” para a Jornada Mundial da Juventude da Igreja Católica em Lisboa

Maior evento da Igreja Católica “precisa de mais 20 mil voluntários”

Num dos momentos mais delicados da Igreja Católica portuguesa – ponto em que Até mesmo grupos religiosos ficaram chocados com a falta de conscientização da instituição – A agência noticiosa Lusa anunciou que são necessários mais 20 mil voluntários para ajudar na organização da Jornada Mundial da Juventude, que se realiza em Lisboa em agosto.

Clérigos já disseram não acreditar no escândalo Milhares de casos de pedofilia, na sua maioria cometidos por padres portugueses, não terão impacto no evento multimilionário que o Papa Francisco deverá assistir.

Mas o primeiro parágrafo do texto da Lusa de hoje refere-se ao facto de “centenas de jovens já terem ido trabalhar para ajudar a organizar a JMJ”, mas ainda estão a educar apenas “um terço do que é necessário”.

“Nós ainda preciso de muitos voluntários, muito mesmo“, enfatiza a coordenadora Margarida Manaia.

Com pouco menos de cinco meses Antes do evento, 10.000 voluntários inscreveram-se, enquanto a organização pretende apoiar cerca de 30.000, explica à Lusa.

Todos os voluntários serão formados na semana que começa a 23 de julho, mas isso não significa que serão necessários nessa altura: “Estamos a falar de acolher centenas de milhares de pessoas em Lisboa que não conhecem a cidade, muitos não . Eu não falo português, então o Voluntários devem chegar com antecedênciadisse Manaia.

Outro aspecto fascinante de ser um voluntário da JMJ é este você tem que pagar pelo privilégio. Explica à Lusa, ela existe quatro opções: O o mais barato é 30 eurose incluindo Apenas transporte e seguro. isso é aquilo única opção para os jovens inscritos nas paróquias. Depois, há duas opções que incluem comida (€ 90 por duas semanas E 60€ a partir de 31 de julho) e um quarto que também fornece Alojamento por 145€. Nesse caso, Voluntários ficam em salas comunscomo escolas ou pavilhões desportivos, acompanhados por casais que “pais da casa‘, explicou Margarida Manaia.

Cerca de 1,5 milhão de pessoas são esperadas Para a 16ª JMJ, que acontece entre os dias 1 e 6 de agosto, e que já viu preços de aluguel de curta duração, hotéis e até companhias aéreas aumentaram exponencialmente os preços.

Segundo voluntários experientes como Raquel Ventura, do Brasil, a JMJ de Lisboa será “a continuação de uma experiência que começou nos dias da (JMJ no) Rio de Janeiro (2013) e despertou em meu coração o desejo de servir os dias que Para ‘ver’ a universalidade da fé e da juventude, como é bonito representar o amor e poder vivê-lo com a juventude”.

São as impressões de jovens como Raquel Ventura que sublinham a preocupação das associações religiosas de que o A ideia da Igreja de “realizar um memorial às vítimas de abuso sexual” perpetrada por membros da instituição na JMJ pode não se encaixar no conceito geral de uma bela experiência que representa a universalidade da fé, juventude e amor.

[email protected]

Aleixo Garcia

"Empreendedor. Fã de cultura pop ao longo da vida. Analista. Praticante de café. Aficionado extremo da internet. Estudioso de TV freelance."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *