Presidente e primeiro-ministro portugueses concordam em reforçar forças armadas – EURACTIV.com

O presidente Marcelo Rebelo de Sousa pediu mais recursos para as forças armadas do país em um apelo apoiado pelo apelo do primeiro-ministro Antonio Costa por um orçamento equilibrado.

De Sousa, que há um ano centrou o seu discurso na recordação do passado colonial, dedicou o seu discurso Discurso na sessão solene comemorando o 48º aniversário de 25 de abril às Forças Armadas, destacando a guerra em curso na Ucrânia.

“Por que estou falando neste 25 de abril de nossas forças armadas em democracia que devemos reconstruir dia a dia? Porque sem forças armadas e forças armadas fortes, unidas e motivadas, nossa paz, segurança, liberdade, democracia e sonhos seriam mais fracos”, disse ele ao Parlamento.

De Sousa disse que dar às Forças Armadas mais bens indispensáveis ​​”não é de direita ou de esquerda, conservador ou progressista, moderado ou radical, é puro e simples patriotismo, em liberdade e democracia”.

“E isso não é apenas o trabalho de um presidente, um parlamento, um governo. Requer um consenso nacional sustentado e eficaz sobre as forças armadas como um pilar crítico de nossa vida coletiva”, argumentou.

A pedido de jornalistas Se concordasse com a proposta do presidente, Costa afirmou:

“O presidente está perguntando sobre o que está programado e contratado. Não só está programado na Lei de Programação Militar, mas também está contratualmente acordado com a OTAN em relação aos nossos compromissos” com a Aliança Atlântica.

Costa alertou que não existe um orçamento de defesa, um para a saúde e outro para a educação.

“Há um orçamento único suportado pelos impostos do povo português. É por isso que tentamos encontrar a melhor distribuição dos impostos que os portugueses pagam. E ao mesmo tempo devemos investir na defesa, na educação, na saúde, nas infraestruturas, na melhoria dos rendimentos, com vista a políticas sociais mais justas e redução de impostos”, acrescentou.

Em outras palavras, “O governo tem que encontrar um equilíbrio”, disse ele.

Alberta Gonçalves

"Leitor. Praticante de álcool. Defensor do Twitter premiado. Pioneiro certificado do bacon. Aspirante a aficionado da TV. Ninja zumbi."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *