Universidade de Dhaka lança curso de língua portuguesa

A Universidade de Dhaka e Camões, o Instituto da Cooperação e da Língua de Portugal assinaram um acordo de cooperação para a promoção e divulgação da língua e cultura portuguesas no Bangladesh.

Ao abrigo do protocolo assinado, o Instituto de Línguas Modernas da Universidade de Dhaka e o Instituto Camões vão colaborar na introdução de cursos e estudos de português na Universidade de Dhaka, conceder bolsas a professores e alunos portugueses e promover atividades culturais e académicas.

Numa cerimónia simples realizada em simultâneo nas duas instituições, o Tesoureiro da Universidade de Dhaka Prof. Mamtaz Uddin Ahmed em Dhaka e Presidente do Conselho de Administração do Camões, IP, Embaixador João Ribeiro de Almeida em Lisboa assinou o acordo virtualmente em nome das respectivas instituições, em ontem (16 de agosto de 2022).

Do lado lisboeta da cerimónia estiveram também presentes o Embaixador do Bangladesh em Portugal, Tarik Ahsan, o Chefe do Departamento de Programação, Formação e Certificação do Instituto Camões, Rui Vicente de Azevedo, e o Primeiro Secretário da Embaixada do Bangladesh, Abdullah Al Razi.

Do lado de Dhaka, o Prof. Dr. ABM Razaul Karim Faquire, Diretor do Instituto de Língua Moderna (IML), e Ashiq Billah, Secretário Adjunto do Ministério das Relações Exteriores de Bangladesh.

O Presidente do Conselho de Administração do Camões, João Ribeiro de Almeida, manifestou a sua satisfação pela conclusão bem sucedida da cerimónia de assinatura no seu discurso de boas-vindas. Esperava que ambas as instituições trabalhassem em estreita colaboração para desenvolver e difundir ainda mais a língua e a cultura portuguesas no Bangladesh.

Ele mencionou que isso é “apenas um começo” e disse que sua instituição está pronta para explorar áreas de colaboração dentro dessa estrutura.

O Tesoureiro da DU Prof. Dr. Mamtaz Uddin Ahmed expressou sua satisfação em assinar este acordo de cooperação com a instituição líder em estudos de língua portuguesa.

Referiu que o Instituto de Línguas Modernas tem actualmente 14 cursos de línguas diferentes e espera que, com a assinatura deste protocolo, sejam introduzidos em breve cursos de língua portuguesa no IML em colaboração com o Instituto Camões.

Tanto a instituição quanto a instituição se beneficiariam com a implementação adequada do protocolo, disse ele.

Nas suas observações, o Embaixador Tarik Ahsan felicitou a Dhaka University e o Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, Portugal por esta importante decisão de firmar uma parceria.

Referindo-se à ligação histórica entre os países, o Embaixador salientou que a língua é um importante património entre os povos do Bangladesh e de Portugal desde finais do século XVI.

Ele acredita que ambos os países devem usar essa área para levar as relações bilaterais a um novo patamar. Ele expressou sua satisfação por ter contribuído para a conclusão deste acordo e assegurou que a embaixada está pronta para continuar a aumentar a cooperação na implementação do acordo no futuro.

Md Rasel Ahammed é o autor e jornalista estrangeiro residente em Portugal.

Alberta Gonçalves

"Leitor. Praticante de álcool. Defensor do Twitter premiado. Pioneiro certificado do bacon. Aspirante a aficionado da TV. Ninja zumbi."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.